Atual

Aljubarrota Medieval assinala 631 anos da Batalha de Aljubarrota

Cultura-Principal-AljubarrotaMedieval-am_cartaz_finalsite

No próximo dia 14 de agosto, comemoram-se os 631 anos da Batalha de Aljubarrota, uma das mais importantes batalhas da história de Portugal. Aqui se consolidou a independência portuguesa face a Castela, no reinado de D. João I. A data serve de mote para a realização anual da Aljubarrota Medieval, uma recriação festiva e dinâmica do ambiente que se vivia na Idade Média em Portugal, que este ano decorrerá de 12 a 15 de agosto, proporcionando uma viagem ao passado, no tempo das grandes figuras nacionais que muito dizem a esta terra: D. Nuno Álvares Pereira, Padeira de Aljubarrota, de D. João I.
A Aljubarrota Medieval arranca a 12 de agosto com o Torneio de Abertura na Liça de Aljubarrota e a Noite da Padeira que reserva muitas surpresas. A noite de 13 agosto será dedicada a D. Nuno Álvares Pereira, o grande estratega da vitória portuguesa na Batalha de Aljubarrota. A 14 de agosto será feita a tradicional Recriação da Batalha de Aljubarrota com centenas de figurantes nos campos da vila de Aljubarrota a recontarem um dos mais importantes episódios da história de Portugal. No último dia do evento, a 15 de agosto, destaque para Casamento Medieval e o Cortejo de Encerramento. A Aljubarrota Medieval conta com a participação especial da Companhia Livre.

ALJUBARROTA MEDIEVAL – A HISTÓRIA AO VIVO!
12 A 15 DE AGOSTO DE 2016
Organização: Câmara Municipal de Alcobaça e Junta de Freguesia de Aljubarrota

PROGRAMA
Dia 12 – Dia da Padeira (sexta-feira)
18h00 – Abertura e Leitura do Edital – Pelourinho
18h00 às 24h00 – Acampamento civil e militar, mesteres, animação de rua, rábulas, música, dança, teatro, cetraria, cobras e muita alegria
18h00 às 24h00 – Xadrez lúdico/Torneio Noturno Xadrez
19h30 – Torneio de Abertura na Liça de Aljubarrota
22h00 – A Noite da Padeira
01h00 – Encerramento

Dia 13 – Dia de D. Nuno Álvares Pereira (Sábado)
13h00 – Reabertura
15h00 às 24h00 – Acampamento civil e militar, mesteres, animação de rua, rábulas, música, dança, teatro, cetraria,
cobras e muita alegria
15h00 – Torneio de Xadrez Diurno/ Xadrez lúdico
19h30 – Torneio de Recrutamento na Liça de Aljubarrota
20h30 – Torneio xadrez noturno
22h00 – Noite de D. Nuno Álvares Pereira
24h00 – Encerramento

Dia 14 – Dia da Batalha (domingo)
13h00 – Reabertura
15h00 às 24h00 – Acampamento civil e militar, mesteres, animação de rua, rábulas, música, dança, teatro, jogos
infantis, póneis, cetraria, cobras e muita alegria
15h00 às 18h00 – Torneio de Xadrez
18h00 – GRANDIOSA RECRIAÇÃO DA BATALHA DE ALJUBARROTA – frente à Estalagem do Cruzeiro
19h00 – Cortejo da Vitória pelas ruas da Vila; Deposição de coroa de flores nos monumentos evocativos da Padeira de Aljubarrota e de D. Nuno Álvares Pereira
22h00 – A Arte de Cavalgar a Toda a Sela
24h00 – Encerramento

Dia 15 – Dia da Vitória (segunda-feira)
13h00 – Reabertura
14h30 às 19h00 – Xadrez lúdico/ensino
15h00 às 24h00 – Acampamento civil e militar, mesteres, animação de rua, música, dança, teatro, jogos infantis, póneis, cetraria, cobras e muita alegria
18h00 – Casamento medieval
19h30 – Torneio de Armas na Liça de Aljubarrota
20h45 às 23h45 – Torneio de Xadrez noturno
23h00 – Cortejo de Encerramento
24h00 – Encerramento
A Batalha de Aljubarrota ficou na história de Portugal como uma das principais vitórias militares dos portugueses face a Castela, não só devido ao facto de cimentar a independência, mas também devido à desproporção de forças que se encontraram no campo de batalha. No dia 14 de agosto de 1385, o exército português, comandado por D. Nuno Álvares Pereira, derrotou as tropas invasoras vindas de Castela, garantindo a independência de Portugal. Esta vitória teve consequências políticas que, tanto em Portugal como em Espanha, foram muito para além de 1385 e transformaram D. Nuno Álvares Pereira num herói nacional.

Outras notícias em Atual