Opinião

Banner_ines silva

Books & Movies 2018– Festival Literário e de Cinema de Alcobaça

Um estreito encontro entre artistas e públicos

De 8 a 14 de outubro, Alcobaça recebe, pela 5.ª vez, escritores, realizadores e artistas. O Festival Books & Movies apresenta uma programação que inclui 22 tertúlias, 15 sessões de cinema, 11 sessões de teatro, 8 sessões Books & Cooking, 3 exposições, sendo duas destas dedicadas aos Vieira Natividade para assinalar os 100 anos da morte de Manuel Vieira Natividade, os 50 anos da morte de Joaquim Vieira Natividade, os 50 anos da abertura da Estação Nacional de Fruticultura e os 60 anos da primeira exibição do filme “Flores: Mundo de Beleza”.

Outros nomes da nossa cultura estarão em destaque, como José saramago, pelos vinte anos do Prémio Nobel, através das peças “1936, o Ano da Morte de Ricardo Reis”, pela Companhia A Barraca, e  “Antes a morte que tal sorte”, adaptado do romance “Intermitências da Morte”, pelo grupo Gambuzinos com 1 pé de Fora; Luís Vaz de Camões, que inspirou Daniel Cardoso do Quorum Ballet a criar o espetáculo “Saudade – Back to Fado; Fernando Pessoa, com a sessão comemorativa dos “130 anos de Fernando Pessoa”, por Elsa Ligeiro, e com a peça “Fernando, (que) pessoas”, pelo Teatro Bocage; Manuel Alegre, com a adaptação ao teatro de “As naus de Verde Pinho” pela Foco Lunar.

Já confirmaram presença os realizadores Gonçalo Galvão Teles (do filme “Soldado Milhões”, que assinala os 100 anos do fim da 1.ª Guerra Mundial e da Batalha de La Lys), António Ferreira (do filme “Pedro e Inês”, cuja estreia nacional está marcada para 18 de outubro);  e Filipe de Moura, autor do documentário “Terras de Cister – um legado para o futuro”, vencedor do Prémio Books & Movies 2018; também Fernando Galrito, fundador e diretor do festival  MONSTRA comentará “Yellow Submarine”, o icónico filme de animação dos The Beatles, que festeja 50 anos.

Os fins de tarde poderão ser passados nos cafés da cidade a ouvir falar de arte, prosa ou poesia, com Vítor Serrão, António Mota, Carlos Alberto Moniz, José Carlos Cortez, António Manuel Ribeiro, José fanha, ou na Granja de Cister, com Joana Mendes, Rosalina Silva, Ricardo Raimundo, Nuno Queirós Ribeiro e Rui Marques (Books & Cooking).

Ruy de Carvalho, com 76 anos de carreira, será o homenageado. Presentear-nos-á com o espetáculo inédito TROVAS & CANÇÕES, Actores, Poetas e Cantores”, da autoria de Paula Carvalho (sua filha) e de Paulo Mira Coelho, acompanhado por João de Carvalho e Henrique de Carvalho (seu filho e seu neto), entre outros atores e músicos.

O festival, ao proporcionar um estreito encontro entre artistas e públicos, vai certamente transformar Alcobaça num verdadeiro palco literário e de cinema ao longo de sete dias.

O programa completo encontra-se em http://www.cm-alcobaca.pt/pt/4096/programa.aspx

Outras notícias em Opinião

  • A nova Missa

    O Papa Francisco decidiu que, a partir deste ano, a Missa do dia seguinte à festa de Pentecostes passará a ser a memória litúrgica de…

  • O mundo das pedras vulcânicas

    A recente exortação apostólica do Papa Francisco, dedicada à santidade, evoca o curioso romance de Joseph Malègue intitulado “Pierres noires: Les Classes moyennes du Salut”…

  • Mais uma do Papa Francisco

    Por altura do Natal, as televisões noticiavam que o Papa, nos votos da quadra aos seus cardeais, teve esta contundente frase: “Fazer reformas em Roma…

  • Tiques à portuguesa

    Há fenómenos modísticos de linguagem e de outras naturezas que se manifestam ciclicamente na nossa sociedade. Alguns desses fenómenos esfumam-se com rapidez, outros perduram no…

  • A quem incomodam os achados arqueológicos do parque verde?

    Os achados arqueológicos do Parque Verde estão na ordem do dia. Depois de os ter ocultado à vereação e à população durante semanas, a câmara…

  • Verdade ou mentira

    A recente e ainda actual polémica sobre a Caixa Geral de Depósitos, bem mais que colocar na agenda dos dias a questão da honorabilidade da…

  • Vento ruim

    Um vento ruim sopra do outro lado do Atlântico. Ele, porém, foi prometido. Em regra, as promessas dos políticos, em campanha, são tudo menos terríveis.…

  • Caracteres

    Por razões que os enganos sempre explicam, para aceder à solicitação de colocar em 2.000 caracteres alguma ideia ou reflexão que a actualidade justificasse, dei…

  • Roma Æterna, às portas do Kremlin

    Nos tempos do império romano, falava-se da Roma Eterna, mas foi com o cristianismo que Roma conseguiu verdadeiramente sobreviver à caducidade dos séculos. Inclusivamente, alguns…

  • Batatas, feijões e a loja do cidadão!

    O turismo em Portugal cresce a olhos vistos. A construção de um “Welcome Center”, para receção de turistas, afigura-se-me prioritário para Alcobaça, onde se divulgue,…