Educação

ESDICA oferece pequenas Aventuras em tempo de férias

IMG_8921

“Gente linda deste concelho e arredores, normalmente é assim que começo as comunicações para o grupo Pequenas Aventuras porque, de fato, estes jovens que trabalham no grupo, são mesmo gente linda, são boas pessoas. Porque estou a narrar isto? Sinto que é natural fazer algo pelos outros, contudo, ninguém consegue fazê-lo sozinho, pois a complexidade dos problemas só serão ultrapassados se tivermos uma atitude positiva e trabalharmos em grupo. Assim nasceu esta ideia, espaço onde todos podem opinar e tudo é feito em grupo”. É desta forma que Regina dos Santos, professora de filosofia na Escola D. Inês de Castro, (ESDICA), em Alcobaça fala da iniciativa “Pequenas Aventuras”, para ocupação de tempos livres nas férias.
A responsável e criadora deste projeto composto por seis adultos (professores e funcionária), e dezasseis jovens (alunos da ESDICA, uns efetivos e outros em fase inicial, formado à cerca de três anos tendo crescido ao longo do tempo). Elementos onde todos foram convidados por alguém pertencente ao grupo. O plano de ação anual é construído ao longo do ano e integra: atividades de formação para os monitores e construção de kits pedagógicos com características científicas, desportivas, carácter e agora, acrescentando também a área da arte. Instrumentos que estão na base das aventuras. “Misturámos jovens e adultos que desejam fazer a diferença no sentido de contribuir para melhor ser, fazer e viver. Sempre com actividades diferentes mas com o mesmo propósito: criar um contexto que é o pretexto para aprender, sempre em tom de brincadeira”, conta Regina Santos, acrescentando que desde a sua existência, “já nos aventuramos pela astronomia, pelo mundo dos piratas, pelo espírito da 1ª companhia, pela cultura Asteca com chocolate e para a próxima semana, iremos aventurarmo-nos «Pelo mundo fora». Vamos viajar pelos continentes, aprendendo com a cultura dos povos, valorizando a natureza, dançando com as étnias, descobrindo a vida animal e fortalecendo o espírito de grupo. Já acampámos no bosque da escola Secundária D. Inês de Castro, em Alcobaça, visitámos as Berlengas, nadámos no rio Alcoa, explorámos a Coudelaria Real, em Alter do Chão, para melhor compreender o cavalo Lusitano, já medimos o Algar do Pena, já percorremos os caminhos da Serra da Aboboreira e, com tudo isto, descobrimos que somos capazes de fazer voluntariado não só no nosso concelho, dois anos consecutivos, como noutros concelhos”.
Este ano e a decorrer desde 27 de junho e até 4 de julho, na Venda da Giesta, concelho de Marco de Canavezes “vamos terminar a nossa ação de voluntariado, mais especificamente, fazendo pedagogicamente atos que nos levam pelos cinco continentes”, onde participam 38 crianças, com idades compreendidas entre os três e os seis anos, e idosos com idades entre os o sessenta e sete e oitenta e nove anos. “Pretendemos fazer com eles e em turnos distintos, viajar em tom de brincadeira por momentos imaginados, coloridos, alegres e diversificados. Esta ação será concertada com a Associação dos Amigos do Rio Ovelha com quem nutrimos grande empatia, aprendizagem e admiração e serão dezanove as pessoas que daqui irão praticar a bondade e a simpatia”, sublinha Regina dos Santos concluindo: “É natural sentirmos que o mundo não está bem e que há necessidade de fazer algo para melhorar. Deparamo-nos com muitas opiniões, mas poucos são os que passam à segunda etapa. Nós queremos fazer para melhor ser”.

Outras notícias em Educação