Atual

Peripécia Teatro em residência artística na Benedita

∏ o Revelador 2017-4747_ajustada

A companhia Peripécia Teatro ultima na Benedita a estreia do seu novo espetáculo “13”, marcada para 11 de maio no Centro Cultural Gonçalves Sapinho (CCGS). Na derradeira fase de ensaios e preparação da sala, onde vão acontecer quatro apresentações, a companhia transnacional (Portugal e Espanha), abre as portas dos ensaios aos jovens atores dos grupos locais, uma residência artística inédita para o centro cultural.
“O espetáculo é uma criação nossa, original”, que permite através dos ensaios, garante Sérgio Agostinho, “conhecer a escrita ativa da obra, onde a palavra do ator existe, mas também a fisicalidade, a sua gestualidade e o seu movimento no espaço”, refere o ator. A companhia esteve na Benedita pela primeira vez na edição inaugural do festival Ao Teatro, regressando em todas as edições. “Consideramos importante que exista uma sensibilização dos públicos. O trabalho dos Gambuzinos vai nesse sentido, não apenas o trabalho no festival.
Para assinalar os 13 anos da companhia de Vila Real, o grupo definiu como objetivo criar uma peça em torno das aparições de Fátima. O tema surgiu desde a primeira peça da companhia, representado na figura dos três pastorinhos. “É algo muito próprio, a nossa forma de celebrar este acontecimento. Queremos contribuir para que haja uma pluralidade sobre aquilo que se diz sobre o 13 de maio e o fenómeno de Fátima”.
Até 16 de maio, o palco do CCGS será o espaço de criação da companhia. Os Peripécia Teatro vão atuar na Benedita a 11, 12 e 13 de maio a partir das 21h30, e em Alcobaça a 14 de maio no Cineteatro João d’Oliva Monteiro (18h00). O espetáculo vai estar em cena em Tondela, Madeira e Vila Real nos próximos meses.

Outras notícias em Atual