Atual

Região. Nazaré com mais assaltos do que Alcobaça no ano passado

assalto na cidade (1)2

Em 2017, segundo dados avançados a’O ALCOA pelo Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública de Leiria, registaram-se na área urbana de Alcobaça 10 furtos em residências. A engrossar esse número está um assalto à casa de Deonilda Gonçalves, na noite de 28 de dezembro, moradora numa travessa da Rua do Castelo. Deonilda que, aos 51 anos, ainda não se refez do susto.
“Tinha ido trabalhar e o meu marido tinha ficado em casa. Quando cheguei a casa, a meio da tarde, vi o vidro de uma das janelas partido e pensei que tivesse sido ele quando foi ver o correio, como tem pouca mobilidade, que se tivesse desiquilibrado e partido a janela com a bengala”, conta. Foi então pedir a um dos filhos que viesse tapar com um plástico a janela e assim foi feito, já à noite. Quando estava sentada no sofá a ver televisão, ouviu um barulho estranho, que pensou ser da chuva que entretanto caía. Só mais tarde, quando foi para o quarto, ao ali chegar, se deparou com tudo revoltado. Camisolas e casacos no chão, alguns com bolsos descosidos, colares partidos, entre outras coisas.

Comparativamente a Alcobaça, Nazaré registou em 2017 mais 15 furtos a residências, perfazendo um total de 25, enquanto Alcobaça registou apenas 10. O mesmo se verifica no caso de assaltos por carteiristas, 15 denunciados na PSP da Nazaré e apenas 5 em Alcobaça. Os papéis invertem-se apenas no que diz respeito a furtos em edifício comercial ou industrial, com Alcobaça a ter 12 ocorrências e Nazaré apenas 3.

(Saiba mais na edição em papel e digital de 25 de janeiro de 2018)

Outras notícias em Atual