13 de maio. As condições das celebrações

Com a chegada do 13 de maio surgem novas indicações sobre a realização das celebrações, tendo em conta a pandemia da COVID-19.  De acordo com a DGS (Direção Geral de Saúde) tem de ser assegurado o distanciamento físico, a higienização das mãos e o uso obrigatório da máscara. A lotação máxima é de 7.500 peregrinos.

A entrada deverá efetuar-se por oito passagens, que indicarão os lugares dos peregrinos e que serão os mesmos durante as celebrações. De modo a evitar ajuntamentos, as zonas do queimador das velas e da Capelinha das Aparições estarão fechadas. A gestão da cerimónia é feita por 80 pessoas, funcionários do Santuário, bem como voluntários, incluindo os alunos do Colégio de São Miguel.

Considerando o limite de lugares disponíveis, para quem não puder assistir presencialmente a cerimónia, poderá vê-lo na televisão, na RTP1 ou na TVI,  ou no website, youtube ou facebook do santuário de Fátima.

As celebrações começam no dia 12, às 21h30 com a Oração do Rosário, segue-se a procissão das velas e haverá uma celebração da palavra. No dia posterior, o rosário é recitado às 9h00, e passada uma hora haverá a missa internacional.

Neste mês realizam-se os 75 anos da coroação da imagem de Nossa Senhora que está presente na Capelinha das Aparições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found