Educação

Alcobaça. O vírus que mudou a vida dos estudantes em Erasmus

Educacao-2485

“Inicialmente, quando se começou a falar do vírus, nunca imaginei que fosse interferir na minha experiência de Erasmus”. Maria João Serrano está no 2.º ano do curso de Comunicação Social, na Universidade Católica Portuguesa. A alcobacense tinha iniciado, a 7 de fevereiro, os seus estudos no estrangeiro no contexto do programa europeu de mobilidade de estudantes, que a levou à Universidade Autónoma, em Barcelona. Com a pandemia, poucos dias depois, teve de regressar a Portugal.

Situação diversa vive Francisco Contente. Com 22 anos, o aluno do 5.º ano de Engenheira Eletrotécnica e Computadores, do Instituto Superior Técnico, começou o seu programa de mobilidade em agosto do ano passado, que durara um ano. Está na KTH Royal Institute of Technology, em Estocolmo, na Suécia.

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 28 de maio de 2020.

Outras notícias em Educação