Opinião

Banner_DuarteMorgado

Arte e Fé

No próximo dia 30 de outubro comemoram-se 500 anos após a inauguração do teto da Capela Sistina, pintado pela escola de Miguel Ângelo, dedicado ao Papa Júlio II (30 de outubro de 1512). Neste momento histórico será dado a conhecer um novo documentário acerca do diálogo entre a Arte e a Fé, onde se darão a conhecer os Museus do Vaticano, Património Mundial.
Na sequência da apresentação ante-estreia do mesmo filme, o Santo Padre referia a fundamental importância que tem o património da Igreja para o diálogo com a cultura.
Esta questão levantada pelo Papa aponta para o sentido de que a Arte é também ela uma possibilidade de evangelização, abrindo as portas a quantos ainda não conhecem a fé cristã.
Diz Bento XVI que esta questão da Arte falar sobre a Fé advém da sua dimensão “parabólica”, isto é, a Arte surge como parábola, como expressão linguística transmitindo na forma o conteú-
do da fé.
Jesus falava também assim com os que O seguiam. Indicando imagens, exemplos, contando histórias (parábolas), alcançava para os crentes o conteúda da Sua mensagem. E hoje como se transmite a fé? De vários modos certamente, mas uma das melhores e maiores expressões é a da Arte.
De facto, a questão do Belo continua a ser um tema nunca resolvido, e por isso vai-se assumindo como uma fonte inesgotável de discussão onde a fé cristã se tem feito cultura e onde a cultura se tem abeirado na sua universalidade à questão da crença.
No Ano da Fé seria interessante procurarmos aprofundar esta dimensão. Alcobaça tem no seu seio um exemplo que se distingue mundialmente pela expressão que transmite dessa presença de Deus.
E além do Mosteiro, que peças de arte conhecemos que nos falem do Belo?
Desafio por isso mesmo a que procuremos nas nossas terras essas obras de arte que nos falem do Transcendente.
Crentes e não crentes podem fazer este caminho em conjunto… uns que O reconhecerão, outros que O poderão vir a conhecer.
Fica a proposta!

Outras notícias em Opinião

  • Lista de compras: uma tarefa para o seu dia

    A população portuguesa, e não só, está a passar por um período extremamente difícil e sensível. A saúde, bem como a saúde, estão em risco.…

  • O que posso fazer para me sentir melhor de quarentena em casa?

    Caro leitor, cara leitora, Durante os últimos dias, tem sido visível a quantidade de notícias que surgem nas televisões e nas redes sociais, sobre o…

  • Testemunho. Uma jovem fala como vive a atual quarentena

    Acho giro como o mundo lá fora anda tão silencioso, as pessoas tão bem-educadas e reservadas. Mas basta um suspiro, um sorriso, um olhar para…

  • Televisão em Alcobaça no início das emissões

    A televisão começou a funcionar regularmente em Portugal em 1957. Mas já há algum tempo se falava do início das emissões, e até se dizia…

  • Nas ruas desertas de Roma

    A imagem tem a força de um filme épico: Francisco caminhando pelas ruas desertas de Roma, para rezar pela cidade e pelo mundo. Saindo a…

  • Papagaios, abutres e gente boa

    As calamidades trazem sempre à tona qualidades e defeitos das gentes que as vivem. Aquela em que nos encontramos já nos “revelou” que há na…

  • Editorial. Extraordinários

    Neste 2020, em cada edição, pessoas extraordinárias em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região. Os extraordinários desta vez são obviamente os…

  • “Una e santa”

    Pelo menos na Eucaristia de Domingo, no Credo, os católicos confessam que confiam na Igreja una e santa mas, perante a quantidade de protestos que…

  • Vamos açambarcar

    Está aí o Covid-19. Como tantas outras alturas de ameaça de crises, vamos lá a açambarcar. Dei por isto na passada semana quando fui ao…

  • Editorial. Extraordinários

    Neste 2020, em cada edição, pessoas extraordinárias em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região. Os extraordinários da nossa região são do…