Autarquia. Vice-presidente arguido

Hermínio Rodrigues, vice-presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, foi acusado pelo Ministério Público de prevaricação de titular de cargo político, no âmbito de uma investigação do Departamento de Investigação e Ação Penal Regional de Coimbra. No caso de Alcobaça, o processo incide na empresa Cister – Equipamentos Educativos, SA, constituída em 2008, durante o mandato de Gonçalves Sapinho, no âmbito de uma parceria público-privada detida em 49% pela empresa municipal “Terra de Paixão” e em 51% pela MRG – Manuel Rodrigues Gouveia, empresário originário da Beira Alta.

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 28 de maio de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found