Benedita – Pórtico e Fonte da Senhora

Lúcia Serralheiro
Terra Mágica das Lendas

Comecemos por uma pedra. As crianças da EB2 descobriram uma pedra, que terá sido esquecida aquando da recolha das restantes pedras do Pórtico da Benedita. Estão a fazer a sua biografia para a devolver ao Museu de Arte Sacra.
Em 30 de Junho, a Assembleia de Freguesia da Benedita apresentou um plano de intervenção nos lugares à volta da Fonte da Senhora, tendo em vista o usufruto da mesma com equipamentos apropriados e a devida segurança.
A pedra remete para um lugar, o Pórtico da igreja velha, porque estabelecemos com ele uma relação herdada pelo seu contexto social de outrora.
Uma fonte relaciona-nos com aspetos significativos das paisagens envolventes.
Pedra e Fonte restituem às pessoas sentidos simbólicos, emoções e lembranças de espaços partilhados.
Mas, já se perdeu o uso quotidiano de antes. Já não se passa sob o Pórtico para entrar ou sair da igreja. Já nao se vai à Fonte encher cantaros de água, lavar roupa nos tanques; já não se enchem tinas de água, nem se dá de beber ao gado; rapazes não nadam no grande tanque; loureiros e agriões já não abundam nas correntes, fetos, urze, giesta e murta ainda restam, como a simbólica Pedra Lendária. Diz a lenda, que lá apareceu Nossa Senhora, a Benedicta!
Foi ela que pediu a construção da Ermida, a que pertenceu o Pórtico.
Referências às memórias são importantes para a construção da nossa identidade coletiva, como as dos poços de cal, eira, chavanca e lagar da Quinta da Serra. Haja boa vontade!

Lúcia Serralheiro
Terra Mágica das Lendas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found