Benedita. Unidade de saúde em edifício degradado até 2019

O estado do edifício onde funciona a Unidade de Saúde Familiar da Benedita denota um claro estado de degradação, o que tem motivado queixas nas redes sociais. Uma utente disse a O ALCOA que “algumas paredes apresentam-se negras e cheias de bolor; por vezes, as casas de banho não funcionam e sente-se o cheiro a bafio”.
“A obra do Centro de Saúde da Benedita deve estar concluída no 1º trimestre de 2019″, disse a O ALCOA Ana Maria Pisco, diretora executiva dos Centros de Saúde Oeste Norte (ACeS Oeste Norte). A responsável relembra ainda que “o ‘dono de obra’ não é a Administração de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), mas sim a Câmara Municipal de Alcobaça”. Ana Pisco esclarece também que “esta obra já deveria estar concluída há mais de um ano, mas tal não foi conseguido”.

 

(Saiba mais na edição de 13 de dezembro de 2018).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Candidaturas abertas

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

Porto de Mós. O projeto do baile dos pastorinhos

08 Mai | Sáb | 09:00

Leiria. O festival de música

15 Mai | Sáb | 19:30

Teatro José Lúcio da Sílvia, Leiria

Porto de Mós. Caminhada nas Minas da Bezerra e Serra da Pevide

08 Mai | Sáb | 09:30

Serra de Aire e Candeeiros, Porto de Mós

Caldas da Rainha. A exposição da ESAD

06 Mai | Qui | 09:00

ESAD, Caldas da Rainha

Leiria. Conferências de saúde, de economia e de ambiente

05 Mai | Qua | 14:30

Teatro Miguel Franco, Leiria

Alcobaça. Biblioteca convida à conversa com…

10 Abr | Sáb | 11:00

online