Opinião

Banner_ines silva

Books & Movies 2018– Festival Literário e de Cinema de Alcobaça

Um estreito encontro entre artistas e públicos

De 8 a 14 de outubro, Alcobaça recebe, pela 5.ª vez, escritores, realizadores e artistas. O Festival Books & Movies apresenta uma programação que inclui 22 tertúlias, 15 sessões de cinema, 11 sessões de teatro, 8 sessões Books & Cooking, 3 exposições, sendo duas destas dedicadas aos Vieira Natividade para assinalar os 100 anos da morte de Manuel Vieira Natividade, os 50 anos da morte de Joaquim Vieira Natividade, os 50 anos da abertura da Estação Nacional de Fruticultura e os 60 anos da primeira exibição do filme “Flores: Mundo de Beleza”.

Outros nomes da nossa cultura estarão em destaque, como José saramago, pelos vinte anos do Prémio Nobel, através das peças “1936, o Ano da Morte de Ricardo Reis”, pela Companhia A Barraca, e  “Antes a morte que tal sorte”, adaptado do romance “Intermitências da Morte”, pelo grupo Gambuzinos com 1 pé de Fora; Luís Vaz de Camões, que inspirou Daniel Cardoso do Quorum Ballet a criar o espetáculo “Saudade – Back to Fado; Fernando Pessoa, com a sessão comemorativa dos “130 anos de Fernando Pessoa”, por Elsa Ligeiro, e com a peça “Fernando, (que) pessoas”, pelo Teatro Bocage; Manuel Alegre, com a adaptação ao teatro de “As naus de Verde Pinho” pela Foco Lunar.

Já confirmaram presença os realizadores Gonçalo Galvão Teles (do filme “Soldado Milhões”, que assinala os 100 anos do fim da 1.ª Guerra Mundial e da Batalha de La Lys), António Ferreira (do filme “Pedro e Inês”, cuja estreia nacional está marcada para 18 de outubro);  e Filipe de Moura, autor do documentário “Terras de Cister – um legado para o futuro”, vencedor do Prémio Books & Movies 2018; também Fernando Galrito, fundador e diretor do festival  MONSTRA comentará “Yellow Submarine”, o icónico filme de animação dos The Beatles, que festeja 50 anos.

Os fins de tarde poderão ser passados nos cafés da cidade a ouvir falar de arte, prosa ou poesia, com Vítor Serrão, António Mota, Carlos Alberto Moniz, José Carlos Cortez, António Manuel Ribeiro, José fanha, ou na Granja de Cister, com Joana Mendes, Rosalina Silva, Ricardo Raimundo, Nuno Queirós Ribeiro e Rui Marques (Books & Cooking).

Ruy de Carvalho, com 76 anos de carreira, será o homenageado. Presentear-nos-á com o espetáculo inédito TROVAS & CANÇÕES, Actores, Poetas e Cantores”, da autoria de Paula Carvalho (sua filha) e de Paulo Mira Coelho, acompanhado por João de Carvalho e Henrique de Carvalho (seu filho e seu neto), entre outros atores e músicos.

O festival, ao proporcionar um estreito encontro entre artistas e públicos, vai certamente transformar Alcobaça num verdadeiro palco literário e de cinema ao longo de sete dias.

O programa completo encontra-se em http://www.cm-alcobaca.pt/pt/4096/programa.aspx

Outras notícias em Opinião

  • Não faz falta “usted”

    Esta semana, fez escala em Lisboa um amigo que não via há muito tempo e tem a sorte especial de ser argentino (com ascendentes portugueses)…

  • Da igual dignidade humana

    No artigo anterior foram enumerados os princípios da doutrina social da Igreja consagrados no respetivo «Compêndio»: dignidade da pessoa humana; bem comum; destino universal dos…

  • O braço de ferro

    Numa homilia de Abril, o Papa falou de lutar com Deus até O conseguir vencer. Não é pouco atrevimento, desafiar Deus para um braço de…

  • A desgraça a que chegou o IC2

    A situação em que se encontra o IC2, entre a Zona do Alto da Serra no Concelho de Rio Maior e Alcoentre no Concelho da…

  • Da Doutrina Social da Igreja

    Entende-se por doutrina social da Igreja (DSI) o conjunto de orientações, para os domínios socioeconómico, político e ecológico, provenientes do Evangelho e de toda a…

  • Um amigo de Alcobaça

    Quando, em artigo anterior, registei de forma encomiástica o percurso camoniano glosando o tema do amor entre Pedro e Inês, junto ao rio Alcoa, aproveitei…

  • A ideologia de género

    As referências, muito duras, do Papa Francisco à ideologia de género e o recente discurso, igualmente forte, do representante do Vaticano nas Nações Unidas (9…

  • Um sistema político mais transparente é mais eficiente!

    A política é património dos cidadãos e não se pode resumir aos agentes políticos que apenas exercem um mandato: democraticamente delegado.  A política é a…

  • Opinião. Notre-Dame de Paris

    A catedral de Notre-Dame, em Paris, construída há cerca de 850 anos numa ilha no meio do rio Sena é mais do que uma igreja…

  • Opinião. A “experiência de Cliente”

    Nós, consumidores, clientes, utentes, procuramos adquirir produtos e serviços que reduzam o nosso esforço, custo, ansiedade e risco. Nós queremos conforto, rapidez, benefícios, qualidade, simplicidade,…