Câmara da Nazaré deixa prescrever mais de 900 mil euros de dívidas anteriores a 2007

A Câmara Municipal da Nazaré aprovou, a 8 de março, na reunião de câmara, a anulação de dívidas superiores a 900 mil euros, referentes a taxas de saneamento e resíduos sólidos urbanos anteriores a 2007, do mandato do social-democrata, Jorge Barroso, à frente da autarquia entre 1993 e 2013.
Em causa estão 915.475 euros, considerados pelo município como “de cobrança duvidosa”, tendo por isso deliberado, por maioria, a sua anulação. “Quando assumi a câmara, em 2013, defrontei-me com esta situação de incúria”, afirmou o atual presidente, Walter Chicharro, explicando que, em 2014, o executivo instaurou “um processo de execução fiscal” para tentar cobrar estas dívidas mas, pela falta de “todos os elementos identificativos do devedor, se revelou impossível de concretizar”.

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 18 de março de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found