Câmara. Vereador nega corrupção ou vantagem patrimonial

O vice-presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Hermínio Rodrigues, garante a sua inocência, no processo em que foi acusado pelo Ministério Público, por prevaricação de titular de cargo político, no âmbito de um processo relativo a uma parceria público-privada (PPP). No processo, foi também acusado Eduardo Nogueira, adjunto do presidente da câmara Gonçalves Sapinho e diretor-executivo da empresa municipal Terras de Paixão, entidade a partir da qual foi criada a PPP entre a Cister Equipamentos Educativos, SA e a empresa de Manuel Rodrigues Gouveia (MRG), para construção dos centros escolares de Alcobaça e Benedita e do pavilhão multiusos de Évora de Alcobaça.

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 12 de junho de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found