Opinião

Empresários, executivos e empresas (II)

M (…) tinha frequentado com aproveitamento a Escola Comercial mas, talvez lhe faltasse o verdadeiro requisito do sucesso, o velhinho Toque de Midas. Uma vez, confessou-me sem acrimónia que gostaria de ver deste Poder não a rejeição, mas uma evolução nas Novas Oportunidades, em lugar de se fazer dela...

Da docência…

Quem pretende conhecer de forma sistemática um pouco mais da cultura ocidental europeia deve ler um dos melhores ensaístas da atualidade – Georges Steiner. Das diferentes obras que têm vindo a lume, o professor universitário de Poesia e de Literatura Comparada, apresenta-nos um ensaio que deveria se...

A Ordem de Cister – Crónica de um congresso (II)

Não fora a Câmara Municipal de Alcobaça não haveria Congresso. Não fora a JORLIS não sairiam as atas que tão úteis serão no futuro. Não fora o Mosteiro e não teríamos uma criteriosa exposição bibliográfica, com a descoberta simultânea da arte das reservas do Mosteiro e da modernidade do Irmão Luís d...

Cónego Serrazina – A crise vista em… 1989

Conforme O ALCOA noticiou, em 12 de julho, decorreu no dia 8 o lançamento do livro «Cónego Serrazina». Alguns textos incluídos no livro são fundadores da moderna ação social da Igreja; na verdade, a partir de meados dos anos 70, o P. Serrazina, D. António Marcelino (Bispo Emérito de Aveiro), D. Manu...

Psicologia e Sociedade

Diz-nos a economia que a sua missão se realiza na produção de conhecimento sobre a utilização de recursos escassos, a fim de satisfazer uma multiplicidade de necessidades humanas. Estamos perante um dos mandamentos da teoria económica, na qual as decisões são descritas no pressuposto da maximização...

Lidar com o (des)emprego (II)

Os portugueses que não conseguem arranjar emprego ou se veem obrigados a contentar-se com trabalhos menores ou a tempo parcial, quando o que querem é empregos a sério e a tempo inteiro, acabam muitas vezes por desistir… A verdade é que o desemprego transformou-se numa armadilha de que é difíci...

Tribunal de Alcobaça perde competências

No passado dia 15 de junho, o Governo anunciou as linhas estratégicas para a reforma da organização judiciária. No essencial, a redução de comarcas salta à vista. No que respeita a Alcobaça, o Tribunal passará, enquanto Instância Central, a ter competência especializada em execuções e comércio. Cont...

Lidar com o (des)emprego

Por que é tão difícil lidar com o desemprego? Quando conhecemos uma pessoa, uma das primeiras perguntas que fazemos é: Onde é que você trabalha? O que é que você faz? Parece que muito do valor de cada um, encontra-se diretamente relacionado com o seu trabalho. O trabalho é a identidade. O que se faz...

Confusão no campo das novas tecnologias eletrónicas (I)

De 2007 até à data, têm-se verificado inúmeras inovações nos aparelhos eletrónicos de intercomunicação, causando grande confusão nas mentes de milhões de seus utentes, sobretudo dos meios analfabetizados através do mundo. Suscitou-me este apontamento a recente entrevista dada por Cathy Coughly (GMO...

Gente nova “tipo tás a ver”

Em passado recente fui passageiro dum autocarro da Rodoviária Nacional, que saiu de Lisboa completamente lotado. Ocupei o nº 32 e, a meu lado, no lugar nº 31, viajou uma adolescente que, à primeira vista, me pareceu poder ter uns 14 ou 15 anos. Vestia o “uniforme” que a maioria das jovens utiliza no...

Dominar o tempo

Num mundo cada vez mais agitado, parece que apenas o tempo tem o dom de assumir o exclusivo das nossas decisões. O tempo pode ser definido como o que sentimos ocorrer entre um instante e outro, desenrolando-se de forma distinta nas diversas etapas do desenvolvimento: lentamente na infância e terceir...

Sinais de Alcobaça

Quando, ainda menino, meus pais me mandaram estudar para Lisboa, constatei rapidamente que ser de Alcobaça era sinal de orgulho. Os meus novos colegas e amigos da capital admiravam a então vila que me viu nascer. Cartaz turístico, sinal de História, de Arte, de Coutos, o Mosteiro, sinal ainda de boa...

Os mais pobres é que se lixam

É sempre assim: os mais pobres é que se lixam. Em Portugal, passámos mais de trinta anos a gastar mais do que podíamos. A fatura haveria de aparecer. O que aconteceu com Portugal, aconteceu com os parceiros europeus. Foi a época do despesismo. Chegada a hora da verdade – ela algum dia teria de chega...

A Ordem de Cister – Crónica de um congresso (I)

«EGO ALFONSUS DEI MISERICORDIA PORTUGALENSIUM REX, UNA CUM UXORE MEA D. MAHALDA REGNI MEI CONFORTE TESTAMENTUM E CAUTUN FACIMUS UOBIS D. ERNADO CLARAVALENSLS ALCOBACHA NUNCUPATUR»   Os Reis assinaram de “propriis manibus” e o Mosteiro instalou-se no lugar de Alcobaça dezenas de anos depois da s...

Também nós

No último artigo, foi referido que o país se encontra em demissão coletiva perante os graves problemas sociais que se vêm acumulando. A demissão verifica-se em quase todo o território nacional, apesar do esforço notável realizado por inúmeras entidades dos setores público e privado. O concelho de Al...