Ciência. Beneditense na «corrida» da cura do cancro

Catarina Reis
Jornalista

A beneditense Carolina Marques faz parte de uma equipa de investigação da Universidade de Évora, responsável por desenvolver uma série de pequenas novas moléculas com capacidade para tratar vários tipos de cancro, incluindo linfomas, num estudo patenteado a nível europeu.

Investigadora na Universidade de Évora, desde 2013, altura em que terminou o doutoramento em química, Carolina Marques integra a equipa liderada por Anthony Burke, professor do Departamento de Química desta universidade, divisão que também trabalha em colaboração com investigadores internacionais.

Produzir compostos (moléculas) para serem testados nas linhas celulares adequadas é a tarefa de Carolina Marques neste estudo. “Como já temos, digamos, um esqueleto mãe (os compostos que deram resultados promissores), a minha função é fazer modificações estruturais no mesmo, para desenvolver compostos que sejam potencialmente mais ativos”, explica a’O ALCOA, a investigadora.

Saiba mais na edição impressa e digital de 15 de abril de 2021.

Catarina Reis
Jornalista

Uma resposta

  1. É com orgulho imenso que vejo uma conterrânea minha nestas andanças, com muito trabalho vai conseguir o que pretende,assim Deus a ajude.Bem Haja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found