Atual

Como reforçar a imunidade contra infeções virais

P_20200312_130139

Em caso de infeção por vírus, a alimentação pode reforçar as nossas defesas para responder o melhor possível à doença. Assim, veja como pode enriquecer a ingestão das vitaminas C, D, B9 e B12; dos minerais selénio e zinco; e de produtos como própolis, levedura nutricional e alho. Não esquecendo o mais importante: dormir bem. Ora leia com atenção:

Vitamina C: presente em frutas e vegetais como salsa, agrião, couve, kiwi e papaia. No caso dos suplementos de vitamina C, deve tomar uma dosagem de mil miligramas diários, dividida em duas tomas.

P_20200312_130143

Vitamina D: obtém-se através da exposição solar ou de suplementação, sobretudo no inverno, tomando em baixas doses, diariamente, ao almoço ou ao jantar, visto que é uma vitamina lipossolúvel.

Selénio e Zinco: O selénio existe nas castanhas do Brasil, que não devem ser biológicas para ter neste caso maior concentração deste mineral. Os nutricionistas aconselham a comer duas a três castanhas por dia. Os alimentos mais ricos em zinco são carne de vaca, chocolate negro, ovos, camarão, fígado, amêndoa ou caju. Há suplementos que combinam selénio e zinco (15 miligramas por dia deste último mineral é a dosagem certa).

Própolis: Suplemento alimentar que vem das abelhas, com efeito antiviral e anti-inflamatório. Tomar duas a três gotas, três vezes ao dia.

P_20200312_130241

Ácido Fólico (B9) e vitamina B12: A vitamina B12 existe maioritariamente em produtos animais: carne, peixe e ovos, mas também se encontra na levedura nutricional, produto que conseguimos juntar às sopas e aos sumos. O gérmen de trigo também tem estas vitaminas, bem como zinco, ferro e selénio. O ácido fólico ou vitamina B9 existe nos vegetais verdes, mas é muito sensível ao calor. Convém não saltear estes vegetais, devendo-se optar por cozer a vapor, pois preservam muito mais o ácido fólico.

Alho: Simples, em pasta ou na forma de suplemento, fortalece o sistema imunitário.

Dormir: Dormir bem é crucial para reforçar o sistema imunitário.

Fonte: Observador.

Outras notícias em Atual