Atual

Concelho. Reclamações de obras no IC2 continuam

hip1_cmyk

Foi no início da madrugada de 29 de julho, entre os quilómetros 75 e 76 do IC2, na zona do Alto da Serra, concelho de Rio Maior, que uma colisão envolvendo três veículos ligeiros de passageiros provocou a morte a Nélio Lourenço, um alcobacense de 43 anos, que residia em Melgaço e trabalhava como motorista de turismo internacional, na empresa Frota Azul. Para além desta morte, do acidente resultaram mais três feridos, um deles em estado grave.
Nélio Lourenço foi mais uma vítima desta estrada para a qual, há mais de um ano, os utentes reclamam intervenção, por parte das Infraestruturas de Portugal, empresa pública tutelada pelos Ministérios do Planeamento e das Infraestruturas e das Finanças.
Nos últimos meses, os autores da página na internet “Utentes do IC2” têm levado a cabo uma série de iniciativas a fim de alertar a opinião pública para este problema, para que se façam “obras no IC2, Já!”. Iniciando com uma petição pública para a requalificação da estrada entre Rio Maior e Asseiceira, até a uma marcha lenta que paralisou a estrada a 12 de julho, provocando filas de 20 quilómetros, têm sido muitas as tentativas que o grupo tem levado a cabo.

(saiba mais na edição de 22 e agosto)

Outras notícias em Atual