Cumeira de ontem e de hoje em livro

No segundo domingo de abril, dia 14, era aguardado o lançamento de um pequeno livro de 100 páginas apenas, conforme havia sido definido pela comissão de festas de Nossa Senhora do Amparo, padroeira evocada há mais de 300 anos em Cumeira de Cima. As razões para esse limite de páginas eram simples: o livro teria de ter um custo módico, em tempos de crise, dado que a tiragem também seria contida, como aconteceu.
Além do mais, o pecúlio conseguido reverterá como ajuda do pagamento de dívidas resultantes das últimas obras na capela, em 2012. Compareceram neste evento, muitas entidades, desde o presidente da Assembleia Municipal de Porto de Mós, ao presidente do respetiva município e vice-presidente, presidente da junta de freguesia do Juncal, para além do pároco e da comunidade local.
Todos encorajaram e aplaudiram a iniciativa desta publicação, que surgiu a pretexto do 150º aniversário da missa nova do sacerdote cumeirense, Teodoro Nascimento de Almeida Barros.

Uma resposta

  1. moro em são paulo-brasil , mas meu avo era da cumeira , veio em 1929 .
    li este livro e tornarei a reler , gostei muito , foi uma viagem no tempo ,
    muitas pessoas escreveram a historia da cumeira do juncal, e com certeza
    uma forma de resgatar sua memoria , parabens aos escritores e todos que
    puderam de alguma forma contribuir com este projeto, fiquem com D ‘us.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found