Atual

Doces Conventuais. Georgina Mirão descontente com a organização

IMG_2570

A 21.ª Mostra de Doces e Licores Conventuais iniciou ontem mas nem tudo parece estar a correr bem. Georgina Mirão, da Pastelaria Terraço, de Alcobaça, queixa-se de discriminação por parte da organização do certame. A alcobacense, que participa há cerca de 15 anos na mostra, encontra-se numa tenda à parte dos restantes expositores, sem indicação da existência dos seus produtos naquele local e sem as condições devidas para os seus centenários e premiados bolos que apanham com sol durante o dia. O local é aberto e não conta com qualquer aquecimento para o frio que se faz sentir durante a noite e até já foi invadido por um gato. Segundo Georgina Mirão, a organização nem a informou de que este seria o lugar escolhido para si. Na profissão há mais de 60 anos, a “Gina dos doces”, como é conhecida, sente-se injustiçada e não se conforma com a situação.

IMG_2571 IMG_2567

Comentários (1)

  • Jose Quitério - 18 de Novembro de 2019, 21:23

    De facto, não percebi porque é que havia um expositor instalado naquelas condições absurdas.
    Vi aquilo, o balcão da Caritas ao fundo, dei meia volta e saí.
    Curiosamente, os demais comentários preocupam-se pouco com a D. Georgina e muito em lançar suspeitas sobre o júri do concurso

Outras notícias em Atual