Educação

Ecologia. Estudantes da região fazem greve pelo planeta

greve estudantil benedita (8)

“Não vamos perder a esperança, juntos pela mudança”, “Ajudem a salvar o planeta”, “Não deitem lixo para o chão”: estas foram algumas mensagens que os estudantes da região trouxeram para a rua a 15 de março. Inspirados no trabalho da ativista Greta Thunberg, uma jovem sueca de 16 anos que decidiu fazer greve às aulas em forma de protesto contra o impacto da poluição sobre o clima, jovens de escolas portuguesas, a exemplo de outros países, decidiram faltar à escola, para exigir que a resolução da crise climática se torne uma prioridade para o Governo.
Na Benedita, a Praça Damasceno Campos foi o palco de encontro para os estudantes do Externato Cooperativo da Benedita se reunirem para lutar por um planeta mais ecológico.
Alice Serrazina, membro do grupo organizador da atividade na vila, disse a’O ALCOA que, inicialmente, a ideia seria juntarem-se aos manifestantes em Leiria mas, não sendo possível, juntaram-se ali para chamar a atenção dos beneditenses.

(Saiba mais na edição de 21 de março do jornal O Alcoa)

Outras notícias em Educação