Opinião

Facebook - editorial anacaldeira_diretora

Editorial. Extraordinários

Neste 2020, em cada edição, pessoas extraordinárias em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região.

Os extraordinários desta vez são obviamente os profissionais de saúde que comprometem a sua vida para salvar vidas de outros. Muitos que, como uma enfermeira amiga, decidiu deixar de contactar com os três filhos muito pequenos durante as próximas semanas para não os expor aos riscos que ela irá enfrentar. Rezemos também por eles!

Perante a falta de liderança e de união da União Europeia e o discurso, primeiro negacionista, e agora inevitabilista do Governo e das autoridades portuguesas, extraordinários são também os governos de Macau e da Coreia do Sul na defesa das suas populações. Em Macau, com um foco gigantesco ali ao lado, tudo foi fechado de uma vez, as ruas ficaram desertas durante 14 dias, só se ia ao supermercado e farmácia, e continua a ser obrigatório o uso de máscaras (outro embuste dos governos ocidentais que, não querendo gastar dinheiro, dizem que não há necessidade do uso de máscaras por toda a população). Assim, Macau teve só dez casos, já todos curados, com um novo caso positivo apenas há dias de uma estrangeira que chegou… do Porto. Na Coreia do Sul, o surto explodiu, mas as medidas rápidas e eficazes, ilustradas pelas imagens de desinfeção sistemática e de testes em massa, em múltiplos drive-in, sem contacto humano, permitiram rapidamente a inflexão do surto. A decisão economicista da Europa de não poupar vidas, sobretudo idosas (mais descartáveis?) é um tiro no pé na própria economia. Macau e Coreia do Sul foram corajosos, inteligentes e eficazes, reduzindo tanto mortes, quanto a crise económica subsequente. Um dia vão dizer-nos que não havia nada a fazer porque na Espanha e na Itália também morreu muita gente, mesmo com mais tempo para nos precavermos, mesmo com os índices mais baixos de ventiladores e de camas de cuidados intensivos da Europa. Talvez alguns, por wishful thinking, acreditem. Eu não. Os extraordinários Macau e Coreia do Sul mostram que se podia ter feito mais e melhor pela vida e até pela economia.

Outras notícias em Opinião

  • “Una e santa”

    Pelo menos na Eucaristia de Domingo, no Credo, os católicos confessam que confiam na Igreja una e santa mas, perante a quantidade de protestos que…

  • Vamos açambarcar

    Está aí o Covid-19. Como tantas outras alturas de ameaça de crises, vamos lá a açambarcar. Dei por isto na passada semana quando fui ao…

  • Editorial. Extraordinários

    Neste 2020, em cada edição, pessoas extraordinárias em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região. Os extraordinários da nossa região são do…

  • É preciso romper com a estagnação!

    Soaram as campainhas de alerta em relação à demografia no concelho de Alcobaça, dados do Instituto Nacional de Estatísticas mostram uma quebra preocupante de mais…

  • A Carta aos Romanos

    Há cerca de 2 mil anos, S. Paulo escreveu uma carta aos romanos, que continua a ser um dos textos da Bíblia mais estudados, pela…

  • Editorial. Extraordinários

    Neste 2020, em cada edição, uma pessoa extraordinária em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região. Há mais de duas décadas, trabalhava…

  • Michael Nnadi: 18 anos

    Nos anos 90, conheci dois padres do Ruanda. Um não tinha notícias da família há muito tempo, outro acabava de saber que todas as pessoas…

  • Aquilo que é

    Aquilo que é a língua portuguesa deixa-nos às vezes confundidos com aquilo que é a forma de falar de uns tantos. Modas… Começa nos meios…

  • Extraordinários

    Neste 2020, em cada edição, uma pessoa extraordinária em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região. Em vésperas do Dia dos Namorados,…

  • Jesus a espreguiçar-Se

    Quando o Papa fez 83 anos (17 de dezembro passado), ofereceram-lhe uma estampa que sintetiza o seu programa pastoral: a santidade “della porta accanto”, a…