Estátua de D. José

No dia 6 de junho de 1775, três anos após a grande cheia que afetou os Coutos no outono de 1772 (1) foi inaugurada na Real Praça do Commércio em Lisboa a estátua equestre do Rei D. José I. Treze dias depois, a 18 de junho, o Abade Geral de Alcobaça e Esmoler-mor do Reino Frei Manuel de Mendonça, primo do primeiro-ministro Sebastião Melo, Marquês de Pombal, determinou que fosse comemorada a inauguração do monumento. Frei Manoel de Figueiredo relata a ordem nestes termos: «Para solenemente na Real Igreja do seu Mosteiro de Alcobaça darem os cistercienses a Deos as graças pelos felicíssimos anos do Senhor D. José I de Portugal, o pai dos seus vassalos, o amado dos portuguezes, e o respeitado de todas as nações» (2).
Seriam 9h00 quando se iniciou a Missa Pontifical, presidida por Frei Bernardo Osório com a igreja cheia de povo, a nobreza da vila, a câmara de Alcobaça e o ouvidor dos Coutos.
No Terreiro do Mosteiro dezasseis Companhias das Ordenanças dos Coutos formaram em frente à Igreja sob as ordens do sargento-mor Brazão das Neves.
Os monges do Real Mosteiro e também do Colégio de Nª Senhora da Conceição festejaram o acontecimento conjuntamente com o povo desde a véspera até ao começo da noite do dia 18.
O colégio (na ala sul), a hospedaria (na ala norte), a fachada da igreja e torres foram iluminadas enquanto houve repique de sinos. Os melhores músicos da comarca deram um concerto e no Colégio havia uma longa mesa com doces e frutas. Às cinco da tarde iniciou-se (na sala das conclusões) a Assembleia Académica iniciando a sessão com um sonata. Um registo de autoria no documento seguindo-se um role de conferencistas, que falaram em português, latim e hebraico, havendo sempre um número musical entre as palestras. As cerimónias terminaram às 10 horas da noite com vivas ao Rei e ao Primeiro-ministro “responsável pela prosperidade da nação portuguesa”.

(1) Santos, Frei Manuel – Respostas às 193 interrogações da Academia de Ciências de Lisboa.
(2) Santos, Frei Manuel – Relação das ações com que no Real Mosteiro de Alcobaça (…) celebrando-se a inauguração da Estátua Equestre, etc. Ano MDCCLXXV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Candidaturas abertas

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

Alcobaça. Biblioteca convida à conversa com…

10 Abr | Sáb | 11:00

online

Encontros em Rede: Reimaginar os Museus a 26

05 Abr | Seg | 15:00

Página de facebook da Rede Cultura 2027