Exposição. As “Telas que o mar me dá” do pataiense Dino Luz no Teatro José Lúcio da Silva

Catarina Reis
Jornalista

As “Telas que o mar me dá” é a exposição do pataiense Dino Luz patente no Teatro José Lúcio da Silva até 20 de abril. Dino Luz já tinha pensado em expor os seus trabalhos no teatro leiriense em 2016. Contudo, “depressa me responderam que o ano estava cheio”, relembra o artista a’O ALCOA. Agora surgiu o convite do Teatro José Lúcio da Silva para expor, o que “me deixou deveras satisfeito”.

Aqui são apresentadas 22 peças, que retratam o trabalho de Dino Luz, que utiliza a técnica stencil. Praticada há mais de 15 anos, começou nesta técnica um pouco como “autodidata”, no início. Depois, “apaixonei-me pelo stencil e foi usar e abusar”, o que hoje lhe permite “realizar workshops com crianças”, conta o pataiense.

Na exposição, é possível ver que o artista trabalha sobretudo com madeira, plástico e cordas, materiais que encontra na praia. Todavia, com as frequentes limpezas de praia fica com “material escasso” e para contornar a situação, Dino Luz foi à sede da União de Freguesias de Pataias e Martingança procurar “sinais de trânsito em fim de vida, fugindo à temática do lixo marítimo, mas adaptando a mesma técnica em lixo urbano”, explica.

Saiba mais na edição impressa e digital de 14 de abril de 2022.

Catarina Reis
Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found