Opinião

Facebook - editorial anacaldeira_diretora

Extraordinários. Carolas

Neste 2020, em cada edição, pessoas extraordinárias em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região.
Voltei a vê-los na televisão estes dias nos incêndios: os «populares», que chegam com reservatórios de água e tentam colmatar a falta de meios dos bombeiros, eles também voluntários na sua maioria, lutando contra um Portugal rural despovoado e esquecido pelos sucessivos governos.
Agora que se discute o plano de recuperação económica do país, tendo o seu autor António Costa e Silva defendido que falta mais Estado na economia portuguesa, dedico este editorial aos «populares» da nossa região, aos nossos carolas que sabem que se o Estado muitas vezes funciona mal, ainda menos chega às suas terras distantes da capital.
Os carolas que formam comissões de festas, angariam fundos anos a fio e restauram igrejas. Os carolas que fielmente dão catequese, trabalham no escutismo ou no apoio a carenciados. Os carolas que mantêm vivos ranchos, filarmónicas, tradições e memórias. Os carolas que abrem regularmente a porta ao convívio em clubes recreativos. Os carolas que guardam de pé clubes desportivos, formando crianças e jovens. Os carolas que registam lendas, publicam subsídios para a história local, defendem o património.
Depois do trabalho. Ao fim de semana. Aos serões. No que for preciso. Treinos. Reuniões. Encontros com jovens. Manhãs a amassar pão ou filhós. Tardes atrás do balcão da associação. Sábados a trabalhar cimento, tijolos, calçadas. Horas a pensar espetáculos e a pôr a festa de pé…
Os carolas sabem que a sua terra é única, que cada um de nós é único, que há coisas que ninguém faz por nós. Fossem a sua força e persistência mais apoiadas; oferecessem-lhes, em diálogo, mais conhecimento e cada terra teria ainda mais valor, seria ainda mais única. Sem mãos estendidas para o Estado que, agora como antes do 25 de abril, queria e quer-nos dependentes, distribuindo os recursos de são de todos com grande desigualdade entre cidadãos, empresas e lugares.
Vivam os carolas! Viva a liberdade de sonhar, de escolher, de fazer!

Outras notícias em Opinião

  • Os privilégios da terceira idade

    Sabe-se que Portugal é um pais constituído maioritariamente por idosos, que contrastam em grande número com a população mais nova. Hoje trago-vos um desafio para…

  • Saiba mais sobre os frutos secos

    A ameixa, o figo e as uvas secas são uma forma diferenciada de comer fruta. Porém, é importante ter a consciência que a forma seca…

  • Correr atrás do prejuízo!

    Os dados recentes do INE colocam Alcobaça como o 29.º concelho do país, em 308 municípios, onde o desemprego mais cresceu (+52%) e a perder…

  • Extraordinários. Profissionais de saúde

    Neste 2020, em cada edição, pessoas extraordinárias em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região. No dia seguinte a um tratamento que…

  • Uma alimentação mais saudável para envelhecer bem

    Envelhecer faz parte de nós, visto ser um processo natural dos seres vivos. A alimentação foi mudando ao longo dos último anos, e a maioria…

  • Liberdade, igualdade e fraternidade

    Coincidência. Numa altura em que este jornal edita um livro sobre todos os papas da Igreja, o Papa Francisco acaba de assinar, junto ao túmulo…

  • Maçã vs Pera

    Maçã e pera: duas frutas que conseguimos encontrar o ano inteiro, sendo a sua colheita realizada, essencialmente, nos meses de agosto e setembro. Para além…

  • Um Concelho à deriva

    O jornal “Expresso” desta semana publicou um gráfico dos Concelhos com maior taxa de desemprego e o consequente disparo provocado pela pandemia, onde Alcobaça se…

  • Extraordinários. D. Manuel Clemente

    Neste 2020, em cada edição, pessoas extraordinárias em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região. Conheço a sua extraordinária cultura e afabilidade…

  • Café, um simpático «despertador»

    O café é das bebidas mais consumidas em todo o mundo. Na bebida em questão, encontramos vários compostos benéficos para a saúde, os compostos fenólicos.…