Opinião

Facebook - editorial anacaldeira_diretora

Extraordinários. Irmãs de São José de Cluny

Depois do cerco ao Santuário de Fátima apesar de canceladas as cerimónias do 13 de Maio com o povo; com o ministro francês do Interior a defender que “a oração não tem forçosamente necessidade de um lugar de encontro comunitário”; quando manifestações sindicais tiveram a primazia e reabriram depois estabelecimentos comerciais, escolas para os alunos com exames, praias e aviões, com lotação esgotada… no próximo domingo, podemos ir à missa! Grande alegria!
Momento para homenagear os consagrados que, ao longo dos séculos, nos apontaram os caminhos de Deus.
Durante cerca de 700 anos, a Ordem de Cister colocou as terras de Alcobaça na elite da espiritualidade, cultura, ciência e arte. Nunca é demais honrar os extraordinários monges brancos que erigiram na região, para além da monumentalidade, um Património Mundial de fé e de humanismo. Sim, Alcobaça já foi muito grande. E muito do que nos resta de grande a eles o devemos.
Homenagem também às consagradas (as contemplativas do passado e as ativas do presente) que fizeram da sua vida Missão nesta região. Aqui tivemos e temos casas de religiosas, a que muitos de nós temos ligada a nossa vida. No meu caso, que vivo em Alcobaça, homenageio as Irmãs de São José de Cluny, que me acompanharam a mim e aos meus filhos. Algumas destas mulheres extraordinárias foram-me particularmente próximas e amigas. Não esquecerei nunca a sensatez da Irmã Inês Pacheco, as rodas de alegria da Irmã Ana Maria Amaral, a intimidade das catequeses com a Irmã Maria Dias, a inteligência solidária da Irmã Matilde Faneca, a amizade sincera e o colo aos meus filhos da Irmã Fátima Gaspar, a bondade da Irmã Emília Oliveira, a serenidade da Irmã Maria do Carmo Fernandes, a doçura da Irmã Conceição Pereira, a inteireza da Irmã Conceição Martins, a verdade e vivacidade da Irmã Tânia Encarnação…
E a todos os pastores que, ontem e hoje, nos deram e dão o Deus Vivo a comungar, um eterno obrigado!

Outras notícias em Opinião

  • A força de um discurso

    Notável peça de oratória. O discurso do Cardeal D. Tolentino Mendonça, no dia 10 deste mês, tem de tudo: história, filosofia, poesia, teologia… Já tive…

  • Extraordinários. Basílio Martins

    Neste 2020, em cada edição, pessoas extraordinárias em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região. “O meu general”. Assim lhe chamava o…

  • Recomeço das missas em comunidade presencial

    Depois de todo este tempo em confinamento, durante o qual estivemos privados do acesso direto à Sagrada Eucaristia, todos celebrámos, com muita expectativa, a possibilidade…

  • Consultório de Psicologia

    Tenho filhos em idade escolar que precisam de apoio ao estudo. Como posso apoiá-los de uma forma eficaz? Caro leitor, cara leitora, As crianças são…

  • Os Choctaw e a Covid

    A tribo dos índios Choctaw é a terceira maior tribo de índios norte-americanos, logo depois das tribos Cherokee e Navajo. Entre os anos 1830 e…

  • Joana do Mar

    Isolamento… Quarentena… Distância… Palavras estas mencionadas tantas vezes recentemente, mas que na realidade fazem parte da vida de emigrantes. O meu nome é Joana do…

  • Tempos conturbados e a política do momento

    Caro/a Munícipe, Não estamos a viver num período de normalidade politica e a potencialidade libertadora da internet e da democracia soam um pouco a ingenuidade,…

  • Extraordinários. Joaquim Augusto de Carvalho

    Neste 2020, em cada edição, pessoas extraordinárias em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região. Quando podem chegar a Portugal, se aprovado…

  • Afinal o que é a “dieta”?

    Diariamente as pessoas colocam a palavra dieta no seu discurso. Dieta para aqui, dieta para ali! Dieta disto, dieta daquilo! Certamente já ouviu a expressão:…

  • O futuro das coletividades durante e pós pandemia

    É nesta altura que todos temos que refletir sobre o estado e o futuro das nossas coletividades que sempre desempenharam um papel importantíssimo nas freguesias…