Cultura

JAZZ. Próximos concertos do festival do Valado fora de casa

jazz (2)

“Um belo início do festival, numa noite que ficou para a história”, afirmou o maestro Adelino Mota, a 30 de abril, no concerto de abertura do 22º Festival de Jazz de Valado dos Frades. Palavras do diretor artístico deste evento que, há mais de duas décadas, tem incutido a diferentes gerações o gosto pelo jazz e colocou Valado dos Frades no mapa deste género musical, trazendo à vila artistas de grande qualidade. A 30 de abril, o cineteatro da Nazaré recebeu em casa a Big Band do Município da Nazaré e dois convidados especiais: Rita Guerra e Nanã Sousa Dias, que abriram o apetite para o que se segue.
Agora o jazz sairá as portas do concelho e irá às ruas de Leiria com a DixieNaza Jazz Band, um projeto nascido na sequência do crescimento da música no concelho da Nazaré, por proposta e orientação do maestro Adelino Mota. Registe: dia 18 de maio, às 15h30, do Centro de Diálogo Intercultural de Leiria (CDIL) até ao Museu de Leiria, com paragens na Praça Rodrigues Lobo e Fonte Luminosa ou Jardim Luís de Camões. Ainda, no mesmo dia e na mesma cidade, o Museu de Leiria é o palco escolhido para a atuação do Trio Bernardes, Silva, Toscano, às 18h00.
Com a crescente preocupação de levar o jazz às novas gerações, o maestro Adelino Mota estará também, a 21 de maio, na Escola Secundária D. Inês de Castro, em Alcobaça, a liderar uma palestra, intitulada “Pop Rock vs Jazz”.
Depois, os sons do jazz irão fazer-se ouvir no Largo do Santuário, no Sítio da Nazaré, às 22h00 de 25 de maio, pela mão de J. Bird Person, um grupo de jovens oriundos de divergentes géneros musicais. E a 26 de maio, pelas 15h00, será a vez da DixieNaza Jazz Band andar pela Av. Marginal da Nazaré, a «espalhar» jazz. O 22º Festival de Jazz de Valado dos Frades regressa a casa, à Biblioteca de Instrução e Recreio, a 30 de maio, com Martha Hugon, às 22h00. Razões de sobra para sair de casa e degustar boa música.

Outras notícias em Cultura