Joalharia. Alcobacense vê obra exposta na Galeria Pintor Fernando de Azevedo

Neuza Santos
Jornalista Estagiária

Foto por Sociedade Nacional de Belas-Artes

José Aurélio, natural de Alcobaça, foi representante de Portugal na Primeira Bienal Joalharia Contemporânea Lisboa, designada por “Suor Frio”. A mostra contou com a organização da Instituição Portuguesa de Joalharia Contemporânea, em parceria com o Museu do Design e da Moda e da Sociedade Nacional das Belas-Artes.
A exposição de José Aurélio denomina-se “Oitavas na Oficina”, que pode ser visitada até 22 de setembro, na Galeria Pintor Fernando de Azevedo, na Sociedade Nacional de Belas-Artes, em Lisboa.
A bienal “Suor Frio” tem como intuito a reflexão sobre a “importância do medo e da proteção do nosso corpo sobretudo devido à pandemia que se instalou no mundo”, explica José Aurélio a’O ALCOA, e, por conseguinte, “fui escolhido, devido ao facto de as minhas joias se enquadrarem nesta temática”, assume o escultor, de 83 anos. Adicionalmente, também, tem peças artísticas relacionadas com a “vertente do amor e da intimidade”, refere o alcobacense.

Saiba mais na edição impressa e digital de 2 de setembro de 2021.

Neuza Santos
Jornalista Estagiária

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found