João Silva conquista prata no triatlo

Foto por Comité Olímpico de Portugal

E ao segundo dia, Portugal conquista a primeira medalha da sua história nos Jogos Europeus. No passado domingo, dia 14 de junho, o herói foi João Silva que numa prova fantástica alcançou o segundo lugar e a medalha de prata. A escassos 11 segundos ficou o ouro que valia também o apuramento automático para os Jogos Olímpicos do próximo ano no Rio de Janeiro.

A prova até nem havia começado da melhor forma para o triatleta do Benfica. Na Natação terminou na 22ª posição com o tempo de 20:13, mais 48 segundos que o líder na altura. Seguiu-se a bicicleta, onde João Silva manteve praticamente o mesmo registo, uma vez que na transição para a corrida estava na 21ª posição, subindo apenas um lugar na geral, com o tempo 1:18:17 com um atraso de 1:46 para a frente da prova.

Com o início da parte final da prova, de corrida, João Silva começou a escalar a tabela geral. Com um ritmo fortíssimo, o atleta natural da Benedita arrancou rumo à frente da prova. No final da primeira volta de corrida já estava em oitavo, tendo recuperado meio minuto para o líder. Na segunda volta atingiu o quinto posto, sempre com uma velocidade muito acima da concorrência, apesar do forte calor que se fazia sentir na Bilgah Beach em Baku.

Na última volta, João Silva pulverizou a concorrência e só não chegou ao ouro porque o avanço do britânico Gordon Benson não o permitiu. A passada de João Silva era muito mais rápida que a do líder da prova, mas seria preciso mais pelo menos meio quilómetro de prova para conseguir ultrapassá-lo e chegar ao ouro. Não foi possível, mas a primeira medalha lusa em Baku estava assegurada graças a uma épica prova de corrida de João Silva que subiu 20 lugares na geral só no último percurso do Triatlo Masculino.

João Silva terminou a prova em 1:48:42, mais 11 segundos que o britânico. O pódio foi completado pelo atleta do país organizador Rostyslav Pevtsov, que cortou a meta 22 segundos depois do triatleta luso.

No final da prova, João Silva manifestou a sua alegria por esta grande conquista. “Tenho que olhar melhor para os tempos mas sem essa referência ainda sinto que fiz a melhor prova da minha carreira. É um grande orgulho e o concretizar de um sonho e só posso agradecer a toda a Missão pelo apoio que me deu ao longo da prova!”.

Também o Chefe de Missão, José Garcia, se revelou muito satisfeito com este grande resultado. “Caiu a primeira medalha nos primeiros Jogos Europeus. Isso tem significado muito, muito importante para nós. Principalmente em prova muito disputada como esta foi. Os nossos atletas tiveram uma recuperação fabulosa, o João Pereira foi impressionante e o Pedro Palma também. Esta medalha ficará para sempre na história, não apenas na do João, mas na do Triatlo e de Portugal”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found