Atual

Jovens partilham experiências comunitárias e de encontro em teatro

principal patio das cantigas 3

“Dar aos jovens e aos menos jovens uma oportunidade de estarmos juntos”. Assim descreve o Padre Paolo Lagatta, vigário paroquial da Nazaré e de Famalicão, o objetivo da peça “O Pátio das Cantigas”, que o Grupo de Jovens da Paróquia da Nazaré levou a cena a 28 e 29 de abril e 5 de maio, no Teatro Chaby Pinheiro, na Nazaré, sempre com lotação esgotada.
“Esta é a segunda vez que a nossa paróquia organiza uma peça de teatro”, explica Paolo Lagatta. A primeira aconteceu em 2016, “O Auto da Barca do Inferno à Moda da Praia”, com o intuito de ajudar os jovens a prepararem-se para as Jornadas Mundiais da Juventude de Cracóvia, em 2016.
“E foi inspirados nesse encontro e na mensagem que o Papa Francisco nos deixou – que muitas vezes os jovens pensam que a felicidade tem a ver com o sofá, onde é muito cómodo ficar, e estar na internet e nas redes sociais” – que fizeram esta segunda peça.
A iniciativa resultou num espaço de encontro entre as várias gerações, “para além da caminhada de fé”, refere o sacerdote.
O balanço tem sido muito positivo, já que desde o príncipio de novembro, altura em que se iniciaram os ensaios, se tem solidificado esta partilha de experiências em comunidade.
“As receitas obtidas com a peça irão para as obras de restauro da Igreja de Santo António, levadas a cabo pela Confraria de Nossa Senhora da Nazaré”, explica o sacerdote.
Com cerca de duas horas de espetáculo, protagonizado por 20 atores amadores, desde crianças, jovens e menos jovens, retratando episódios que marcaram uma geração nos anos 30 e 40 do século passado, “O Pátio das Cantigas” reedita uma das referências do cinema português e promete continuar a unir a comunidade e a apontar caminhos de fé.

Outras notícias em Atual