Lançado livro comemorativo dos 500 anos dos forais de Alcobaça

A obra “500 Anos da Outorga dos Forais do Concelho de Alcobaça por D. Manuel I” é um trabalho de referência sobre um período seminal da História quer da região quer do país. Editado pela Câmara Municipal de Alcobaça, com a coordenação científica do Professor Saul Gomes, e lançado este sábado, 24 de setembro, no Mosteiro de Coz, o livro retrata um processo complexo e longo, feito de sucessivos avanços e recuos que se traduziram em conflitos de interesses entre a Abadia de Alcobaça e a tendência municipalista centrada nos direitos das populações locais dos antigos coutos de Alcobaça.
O livro faz um levantamento de todos os forais concedidos pelo Rei D. Manuel I no território do atual concelho de Alcobaça, entre 1514 e 1515, recorrendo aos originais e a reproduções de época que sobreviveram até aos dias de hoje. No concelho de Alcobaça, existem três documentos originais, nomeadamente, os de Cela, Turquel e Alpedriz. Este último foi recentemente adquirido pela Câmara Municipal de Alcobaça.
Para o presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Paulo Inácio “os forais simbolizam uma certa emancipação municipalista perante o domínio da Igreja e representam o início de um processo de laicização do estado português que é naturalmente herdeiro de uma matriz cultural judaico-cristã”. O edil acrescenta ainda que os forais “constituem documentos fulcrais na nossa história pois ajudaram a moldar a nossa realidade atual”.

“Com esta obra, a Câmara Municipal de Alcobaça cumpre o seu desígnio de contribuir para tornar perene um período essencial da História de Portugal, pois só compreendendo a nossa História poderemos evoluir como povo e como Nação”, conclui o presidente da Câmara Municipal de Alcobaça.
A vereadora da Cultura, Inês Silva recordou “o importante envolvimento das Juntas de Freguesia e das populações locais nas comemorações dos 500 anos dos Forais”. A vereadora destaca o “contributo da comunidade educativa, que ao longo das comemorações organizaram diversas peças de teatro alusivas a este período”.
“Este foi o processo mais complexo de atribuição de forais no contexto nacional”, afirmou Saúl Gomes, sublinhando que “a Abadia de Alcobaça foi, neste período, o maior senhor feudal de Portugal”. “Alcobaça é, de facto, uma terra privilegiada a vários níveis o que, em grande medida, esclarece a resistência do Abade em acatar as importantes mudanças instituídas nestes documentos”, adianta Saúl Gomes, lembrando que “esta obra serve de exemplo para ilustrar os proveitos que se podem retirar quando as autarquias investem em quadros qualificados e com talento”.
O lançamento do livro “500 Anos da Outorga dos Forais do Concelho de Alcobaça por D. Manuel I” enquadrou-se nas comemorações das Jornadas Europeias do Património 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Sem-título-1

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

Porto de Mós. O projeto do baile dos pastorinhos

08 Mai | Sáb | 09:00

Leiria. O festival de música

15 Mai | Sáb | 19:30

Teatro José Lúcio da Sílvia, Leiria

Porto de Mós. Caminhada nas Minas da Bezerra e Serra da Pevide

08 Mai | Sáb | 09:30

Serra de Aire e Candeeiros, Porto de Mós

Caldas da Rainha. A exposição da ESAD

06 Mai | Qui | 09:00

ESAD, Caldas da Rainha

Leiria. Conferências de saúde, de economia e de ambiente

05 Mai | Qua | 14:30

Teatro Miguel Franco, Leiria

Alcobaça. Biblioteca convida à conversa com…

10 Abr | Sáb | 11:00

online