Atual

Lojas do comércio tradicional fecham portas na cidade

principal da região (4)

Coisas que não se encontram em centros comerciais, que fazem parte do quotidiano, da história e das estórias da cidade. A compra de um utensílio, uma mala, uma peça de roupa, um carrinho de linhas é, no comércio tradicional, muito mais que uma transação comercial. Para lá de uma panóplia de produtos, trocam-se bons dias, dois dedos de conversa e afetos.

 

«Trocas» que acabaram na Casa Indiana, há 27 anos em Alcobaça, junto ao mercado, e que encerrou no passado dia 31 de janeiro. “Mais uma loja que se vai embora”, diz Maria Idalina, de 70 anos, cliente habitual. Na sua memória está ainda o encerramento do icónico Café Tertúlia, uma das casas comerciais mais antigas de Alcobaça, a funcionar desde o final do século XIX que fechou provisoriamente portas a dia 31 de dezembro, ainda que não encerrando atividade e aguardando nova gestão que o faça viver novamente.

(Saiba mais na edição em papel e digital de 9 de fevereiro de 2017)

Outras notícias em Atual