Manuel Ferreira Ramalho e o 19 de janeiro

João Luís Maurício
Professor de História aposentado

Um grande edital fora colocado na porta da Igreja Velha da Benedita. A notícia foi-se espalhando por toda a freguesia. Manuel Ferreira Ramalho encontrou aí o seu nome. Já estava à espera. Tinha poucos dias para se apresentar em Tomar, na divisão do Ministério da Guerra. Os horrores do conflito armado esperavam por ele: ia trocar a pacatez do Taveiro, onde vivia, por terras de França. Acabou por ficar por lá e constituir família.

Pedreiro de profissão, em terras francesas, aprendeu tudo sobre a sua atividade. Regressou à Benedita, já reformado, tendo dirigido a construção de alguns prédios que estão no centro da Vila. Era considerado um profundo sabedor do seu ofício.

Conheci-o bem. Era um homem sereno, lúcido, inteligente, discreto, austero, educado, e que, às vezes, fazia silêncios que lhe vinham da alma. A sua melancolia, era de alguém que vivera episódios muito complicados. Comovia-se, quando recordava o que tinha visto durante a “barbárie” das tropas alemãs. Para o seu tempo, era dono de uma cultura além da média.

Manuel Ramalho, conhecido por Manuel Japão, fora protagonista da a “História ao vivo”, integrado no Regimento de Infantaria 7 (Leiria), uma das unidades militares mais problemáticas do Corpo Expedicionário Português.
Um dia, em jeito de despedida, falou-me do lado efémero da vida e que, por isso, iria destruir todas as recordações que guardava desses conturbados tempos, como se o passado se conseguisse apagar!

Perdeu-se, assim, um espólio histórico, digno desse nome.

Essa foi a maneira que encontrou para partir em paz, abafando as mágoas que o acompanharam pela vida fora!
A última conversa aconteceu, no Café dos Carmos. Faz, brevemente cinquenta anos, quando o Ramalho bateu com a borracha da bengala com força no chão e, em jeito de suspiro, disse três vezes “19 de janeiro”. Referia-se ao dia em que embarcou em Lisboa, rumo a Brest, no distante ano de 1917.

João Luís Maurício
Professor de História aposentado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found