Más condições do gimnodesportivo causam insegurança

“Esperamos que não chova”. Sempre que o tempo não está de feição e há aulas de Educação Física dos alunos do Agrupamento de Escolas de São Martinho do Porto, bem como treinos ou jogos do Grupo Desportivo Concha Azul, a questão coloca-se.  “Esta é uma situação que já dura há muito tempo”, disse António Moreno, presidente do Clube Desportivo Concha Azul, para quem estes constrangimentos são dispendiosos, uma vez que só nos dias de jogo e com os árbitros no local podem decidir se o espaço tem condições para a realização da prova. “Sempre que se decide que não há condições, as equipas são obrigadas a deslocarem-se até às Caldas da Rainha, o que implica despesas em duplicado, uma vez que o policiamento é pago, independentemente da realização do jogo, a que acrescem as despesas de utilização do campo na casa do Benfica das Caldas da Rainha”, explica o presidente do clube. Segundo diz, até esteve há pouco tempo uma empresa a reparar o telhado, mas os trabalhos pararam e os furos que fizeram nos perfis ainda deixam entrar mais a chuva, levando à colocação de baldes no recinto.

(Saiba mais na edição em papel e digital de 23 de fevereiro de 2017)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found