Vida

“Mexa-se pela sua saúde”

Quando falamos de envelhecimento e comparamos com atividade física, rapidamente concluímos que esta é sem dúvida, um antídoto para uma maior qualidade de vida e longevidade.
Até aos 30 anos, atingimos o máximo das nossas capacidades físicas, entre os 30 e os 50 anos, há uma propensão para estabilizar e a partir daí as capacidades físicas vão desaparecendo gradualmente, tendo como período crítico a passagem pelos 70 anos de idade. O envelhecimento traz a perda de massa muscular e consequente aumento de massa gorda, responsável pelos principais problemas de saúde.
Vários estudos provam que uma atividade física constante retarda o envelhecimento, não existindo uma idade ideal para a iniciar. Essa idade é a sua!
É nas pernas que o idoso tem maiores perdas de massa muscular, sendo fundamental promover nestes a estimulação dos membros inferiores, subindo e descendo escadas, dando passeios, carregando os sacos das compras, entre outros, pois a nossa sociedade ainda é bastante conservadora e os idosos são vistos como “coitadinhos”. Falar em atividade física aos 70 anos, pressupõe um acompanhamento especializado, pois a estrutura funcional encontra-se em muitos casos diminuída por osteoporose, lombalgias, problemas cardiovasculares entre outros.
Devemos incentivar os nossos pais, avós e bisavós a subir e descer escadas, passear, levar os sacos do supermercado, enfim fazer uma qualquer atividade física ou simplesmente que o corpo se mexa.

Outras notícias em Vida