Mosteiro. DGPC recusa donativos para restauro de S. José

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) recusou os donativos da população de Alcobaça no valor de 4.100 euros. A verba destinava-se a custear os trabalhos de conservação da imagem de S. José, pelo técnico de restauro que habitualmente é contratado pelo Mosteiro de Alcobaça.

Assim, os donativos angariados pela Paróquia de Alcobaça para este efeito serão devolvidos ou utilizados para outro fim a consensualizar com as muitas pessoas que doaram dinheiro para ver a imagem conservada. Aqueles que quiserem reaver o valor doado poderá contactar o Padre Ricardo Cristóvão, pároco de Alcobaça, através do endereço eletrónico pericri@gmail.com ou pelo telefone 919 720 181.

No Ano de São José proclamado pelo Papa Francisco, por mail uma semana depois do Natal, chegou a recusa ao pedido da Paróquia de Alcobaça para que, pelo Natal e ao longo do ano, a imagem de São José fosse levada para junto do altar, como nos anos anteriores, pelos técnicos do monumento. A razão invocada foi o mau estado de conservação da imagem. Então, foram muitos os que fizeram donativos para a conservação da imagem pelo técnico André Maria Remígio, que recentemente procedeu a trabalhos nos túmulos por contrato da DGPC.

Saiba mais na edição impressa e digital de 31 de março de 2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found