Nazaré. Festas prolongam-se até 12 de setembro

Neuza Santos
Jornalista Estagiária

Com oito séculos de tradição, as festas em honra de Nossa Senhora da Nazaré surgiram devido à circunstância de, em “14 de setembro de 1182, D. Fuas Roupinho, em sinal de agradecimento, mandar edificar sobre a gruta, o local do milagre, a Capela da Memória”, explica o P. Paolo Lagata a’O ALCOA. Já em agosto de 1377, o rei “D. Fernando ordenou a construção de uma Igreja, para onde foi transferida a imagem de Nossa Senhora da Nazaré”, concluiu o pároco. Mas a festa da Natividade de Nossa Senhora foi alterada para 8 de setembro, devido às colheitas, uma vez que os “círios são os maiores movimentos de peregrinação ao santuário, e a maioria dos peregrinos habitava nos campos”, relata ainda o P. Paolo Lagata.
Apesar do atual contexto pandémico, as celebrações vão ser vividas, mas “sem a procissão e cumprindo todas as normas de segurança”, adianta o sacerdote.

Saiba mais na edição impressa e digital de 2 de setembro de 2021.

Neuza Santos
Jornalista Estagiária

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found