O orçamento municipal

Ouvimos grandes discussões políticas sobre o Orçamento de Estado todos os anos e sabemos que ali estão definidas regras com impacto nas nossas vidas.
O Orçamento do Município define politicamente a estratégia para o nosso concelho. É discutido numa primeira fase no órgão político, entre Presidente, vereadores com e sem pelouros, numa segunda fase entre os partidos políticos e o Município e, numa última fase, na Assembleia Municipal. É urgente que esta discussão saia das salas, agora de chat, reduzidas em quantidade e muitas vezes em qualidade, para a discussão pública.
As áreas de intervenção mais importantes são duas; a Social e a Económica. A área social requer um trabalho em rede, com as freguesias e os parceiros sociais, efetivo e bem definido. Projetos de combate à pobreza e ao isolamento; projetos de apoio à cultura e ao associativismo, ao desporto e atividade física. Projetos que integrem o concelho através da sua riqueza humana com provas dadas. A área Económica é porventura a mais complexa. O emprego, as empresas e as captações de investimento carecem de uma visão estrutural para a sustentabilidade da nossa economia. Do comércio à agricultura, passando pela indústria e os serviços, o que necessitamos é de pessoas, com emprego, com qualidade de vida, com qualificações adequadas ao tecido empresarial. Torna-se fundamental conhecer o tecido empresarial, formar pessoas em contexto de trabalho e, em simultâneo, conhecer as qualificações dos nossos jovens adultos para adequar a captação de empresas e investimento privado.
Em suma, os sucessivos orçamentos que temos votado em Assembleia Municipal, de há uns anos para cá, não têm sido alvo de suficiente reflexão alargada ao cidadão. Talvez a razão seja simples, estes temas fundamentais não têm visibilidade mediática porque não estamos estimulados para estes assuntos. Porventura estes temas não dão votos aos políticos ou muitos não os sabem discutir e por isso não há interesse em trazê-los para a discussão.
A assembleia municipal reúne este mês, é urgente encarar o orçamento municipal como a maior ferramenta para o desenvolvimento do concelho de Alcobaça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found