O ovo na dieta

O ovo é um alimento com um potencial nutricional bastante interessante. Porém, foi difundido na sociedade que o seu consumo era prejudicial para a saúde. Mas será que é um inimigo para a dieta? Será que vale a pena ingerir gema de ovo com o intuito de obter proteína?
Os principais benefícios do ovo são o novo aumento da massa muscular, melhoria do funcionamento do sistema imunitário, manutenção da saúde óssea e cognitiva, prevenção do envelhecimento precoce e, também, combate da anemia.
A nível calórico e de nutrientes, 100 gramas de clara de ovo apresentam 47kcal, enquanto 100 g de gema apresentam 342kcal. Quanto à quantidade de proteínas, é de 11g para as claras e de 16 g para as gemas. Um fator crucial é a gordura: 0,3 g para as claras e 30,9g para as gemas. E outro fator importante é a quantidade de colesterol, sendo uma quantidade de 1280 mg para as gemas e 0 mg para as claras. Porém, a densidade de micronutrientes é maior na gema de ovo, visto apresentar uma quantidade superior de vitaminas e minerais, face à clara, e as vitaminas A e D são exclusivas nas propriedades nutricionais da gema.
O equilíbrio na alimentação é de extrema importância. Por isso, poderá ter os ovos na sua dieta, porém deve ter atenção ao consumo excessivo de gema de ovo, pelas condicionantes referenciadas anteriormente. E a gema não será a opção mais aconselhada para as dietas hiperproteicas, visto que apresenta teores de gordura e colesterol elevados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Candidaturas abertas

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

Alcobaça. Biblioteca convida à conversa com…

10 Abr | Sáb | 11:00

online

Encontros em Rede: Reimaginar os Museus a 26

05 Abr | Seg | 15:00

Página de facebook da Rede Cultura 2027