O pórtico gótico da Benedita e a sua requalificação

Inês Silva
Vereadora da cultura da C. M. A.

A memória é crucial para mantermos a ligação entre as nossas raízes e um presente cheio de esperança e de criatividade.
O pórtico da Benedita foi desmontado nos anos sessenta. Integrava a igreja paroquial antiga, que passou a ser designada Igreja velha quando, em 1955, surgiu a atual. As suas paredes foram demolidas pela necessidade de se dar lugar à escola primária e também pelo mau estado em que se encontrava. O elemento mais valioso, em termos de património edificado, era, de facto, o pórtico gótico, medieval, semelhante, embora mais simples, ao pórtico do Mosteiro de Alcobaça. Por isso, as suas pedras foram recolhidas e guardadas.
Contudo, a imagem da relíquia tornou-se um símbolo da História mais antiga da Benedita. Sem existir, foi existindo, como diz o poeta. Integrou a heráldica da Junta de Freguesia, passou a constar de documentos vários e circula na internet através de fotos tiradas de vários prismas. A memória dos que nela brincaram ou tiveram catequese, ou dos que se sentaram no amontoado das pedras retiradas que, por muitos anos, permaneceu junto à atual Igreja Paroquial ou na EB2, criou a necessidade da sua requalificação.
Quando, no início de 2016 fomos à procura destes elementos históricos, encontramo-los num armazém. Eram apenas catorze pedras. Todo o restante se tinha perdido. Numa conjugação de esforços, pediu-se um projeto ao escultor Thierri, que o apresentou no Centro Comunitário em maio de 2017. O desenho mostrado consubstanciava uma feliz união das pedras antigas, recuperadas e limpas, às pedras da serra trabalhadas por mãos presentes, cujo resultado seria uma obra contemporânea de grande valor artístico e sentimental. Quatro anos depois, precisamente no dia 16 de maio de 2021, o novo pórtico é inaugurado pela comunidade. Localiza-se no adro da Igreja paroquial e pode-se, a partir dela, imaginar uma linha reta em direção ao local onde a igreja velha existiu durante séculos.
É, pois, pela imaginação que a Benedita continua a trilhar o seu caminho, segura no seu empreendedorismo e na fé das suas gentes.

Inês Silva
Vereadora da cultura da C. M. A.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Candidaturas abertas

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

Porto de Mós. O projeto do baile dos pastorinhos

08 Mai | Sáb | 09:00

Leiria. O festival de música

15 Mai | Sáb | 19:30

Teatro José Lúcio da Sílvia, Leiria

Porto de Mós. Caminhada nas Minas da Bezerra e Serra da Pevide

08 Mai | Sáb | 09:30

Serra de Aire e Candeeiros, Porto de Mós

Caldas da Rainha. A exposição da ESAD

06 Mai | Qui | 09:00

ESAD, Caldas da Rainha

Leiria. Conferências de saúde, de economia e de ambiente

05 Mai | Qua | 14:30

Teatro Miguel Franco, Leiria

Alcobaça. Biblioteca convida à conversa com…

10 Abr | Sáb | 11:00

online