Porque é que o meu animal perde tanto pelo?

Ana Catarina Duarte
Enfermeira veterinária

A queda de pelo é influenciada por fatores como a alimentação, condições ambientais (temperatura, horas de luz, estação do ano), presença de parasitas externos e algumas patologias.

Como controlo a queda de pelo do meu animal?
A queda de pelo e os seus efeitos podem ser minimizados por uma escovagem frequente ou pelo corte de pelo (tosquia). Estes procedimentos, embora não evitem a queda de pelo, minimizam o pelo que fica espalhado pela casa.
O fornecimento de uma alimentação de boa qualidade, de preferência à base de salmão, reflete-se num pelo brilhante e sedoso e com menos queda. Além da alimentação, podem fornecer-se suplementos (ácidos gordos) que ajudam a minimizar a queda de pelo.
A desparasitação externa dos nossos animais deve estar sempre em dia, evitando assim a presença de pulgas, carraças ou ácaros que podem levar ao aumento da queda de pelo, bem como ao desenvolvimento de patologias.
De salientar que os animais sofrem pelo menos duas mudas de pelo ao longo do ano (no final do verão e no final do inverno). É um processo natural que não podemos impedir. Resta-nos tentar minimizar o seu impacto no nosso dia a dia.
Nos animais que vivem dentro de casa ou passam lá a maior parte do dia, é natural observar-se uma queda de pelo mais acentuada e por períodos de tempo mais prolongados, comparativamente com os animais que vivem no exterior. Isto deve-se ao facto destes animais estarem expostos, ao longo do ano, a uma temperatura e número de horas de luz constantes.

Ana Catarina Duarte
Enfermeira veterinária

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found