Opinião

Banner_CesarSantos

PS dá voz aos Movimentos Sociais

Desde sempre que o Partido Socialista contribuiu de forma determinante para a afirmação da Liberdade e da Democracia Representativa e com a recente realização de Eleições Primárias históricas deu mais um importante sinal nesse sentido.
Foi talvez a ação mais visível nos últimos três anos. No entanto, paralelamente, promoveram-se debates e geraram-se sinergias que estimularam a participação cívica em todas as suas dimensões e, assim, foi possível considerar os contributos que muitos cidadãos, individualmente ou integrados em movimentos sociais, foram disponibilizando.
O PS desencadeou um aberto processo social de participação e de debate com representantes de movimentos sociais da sociedade portuguesa e concebeu um conjunto de propostas que resultou na sua respetiva inclusão no Programa de Governo.
Da reflexão e debate conjunto com os Movimentos Sociais é de destacar que só com o reforço dos mecanismos de participação, de transparência e justiça se potencia o envolvimento cívico, a confiança dos cidadãos e se garante o aprofundamento da qualidade da democracia.
Na mesma linha, e na sequência dos debates, surgem como fundamentais ações como:
• Desenvolvimento de um projeto de “Perguntas Cidadãs” para facilitar o contacto entre o governo, a Administração Pública e os cidadãos.
• Reforço da temática de Educação para a Cidadania nos currículos escolares;
• Introdução de benefícios para as entidades patronais que criem condições para a participação cívica dos seus trabalhadores;
• Adoção de um Orçamento Participativo a nível do Orçamento do Estado, dando prioridade a medidas promotoras da qualidade de vida;
É tempo de mudança, é tempo de melhorar a qualidade da Democracia e da relação entre o Estado, as Empresas, as Famílias e os Movimentos Sociais, é tempo de valorizar Portugal e as suas Pessoas e realizar o seu imenso potencial, com a sua mobilização!

Outras notícias em Opinião