Região. Instituições registam aumento de pedidos de ajuda

“No início da pandemia, quando decretado o primeiro estado de emergência, os pedidos mantiveram-se estáveis, mas a partir da terceira semana assistimos a um crescimento muito elevado e progressivo”. Quem o afirma é Mafalda Catela, membro da Cáritas Paroquial de Alcobaça, que simultaneamente apela à ajuda da comunidade. “Sem donativos da população, não temos meios para chegar a quem mais necessita da nossa ajuda”, explica Mafalda Catela, acrescentando que a organização aceita “bens alimentares, donativos em dinheiro, transferência bancária ou qualquer outra forma”. Mafalda Catela pede também “que nos façam chegar casos que conseguirem detetar de pessoas necessitadas” pois, por vezes, “os que mais precisam são os que menos pedem, por vergonha, medo, ou simplesmente por não saberem como o fazer”.

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 30 de abril de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found