Atual

S.O.S Património. Igreja de Santo Amaro benedita

Igreja de Bairro da Figueira_2_cmyk

Situada no Bairro da Figueira, na Benedita, a Igreja de Santo Amaro é uma das mais antigas da região. Desconhece-se a data da sua fundação; sabe-se apenas que já se falava dela em 1751.
Terá sido porventura uma das primeiras ermidas dos monges de São Bernardo, que terão vindo de Lisboa ou de Santarém, e que aqui pernoitaram e oraram. O seu orago, Santo Amaro, está representado numa bela imagem quinhentista, à qual se juntam outras imagens da mesma época: a “Virgem com uma flor na mão direita e na esquerda e o Menino Jesus a mexer no pé”. Santo Amaro era invocado pelos coxos e por quem tinha problemas de ossos. Em 1975, a capela foi totalmente reconstruída, tanto no exterior como no interior. A porta principal situa-se a poente, do lado do alpendre.

Igreja de Bairro da Figueira_3_cmyk

É esta bela igreja que está a ser alvo de remodelações, “necessárias para a conservação e preservação do nosso património religioso”, conforme explicou a’O ALCOA o Padre Gianfranco Bianco. Entre os melhoramentos, destacam-se a colocação de um telhado novo e reboco das paredes interiores e exteriores. O pároco acrescenta também a intervenção no alpendre da capela, com colocação de madeira e as inclinações que o caracterizavam, de forma a deixá-lo o mais original possível. “As últimas obras datam dos anos 70 e o que está a ser feito agora pretende devolver a traça original do alpendre da capela”, realça o pároco. Para além destas benfeitorias, serão ainda colocados quatro vitrais no interior da Igreja.
O Padre Gianfranco Bianco esclarece que esta obra da paróquia da Benedita, orçada em mais de 50 mil euros, conta com o apoio da Câmara Municipal de Alcobaça e da Junta de Freguesia da Benedita. “Gostaríamos que estivesse concluída até final de janeiro de 2020, mas vamos ver”, remata o pároco.

Outras notícias em Atual