Cultura

Sala dos Reis. Revisitando o Mosteiro de Alcobaça

Sala-dos-Reis-1

A designação de “Sala dos Reis” vem das estátuas dos reis de Portugal que ali se encontram. São dezanove ao todo, desde D. Afonso Henriques até D. José, com exceção dos três reis filipinos. Esta sala remonta ao século XVI, primeiro edificada para servir de igreja paroquial ao povo que não entrava na igreja abacial, salvo em circunstâncias excecionais. De início, nas igrejas dos mosteiros de Cister, o povo dispunha de uma capela, lá fora, perto da portaria, devido ao estilo de vida de clausura dos religiosos contemplativos. Em Alcobaça, a primitiva capela da portaria tornou-se pequena. Então, os monges puseram à disposição do povo a igreja de Nossa Senhora da Conceição (“Santa Maria-a-Velha”), que tinham construído para si enquanto se eregia o Mosteiro. Depois, com o burgo a crescer, a câmara pediu ao abade, o cardeal infante D. Afonso, para construir uma igreja maior, onde hoje é a “Sala dos Reis”.

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 1 de outubro de 2020.

Outras notícias em Cultura