Opinião

banner_afonsoluis

Segredos da Paz

Recuemos, neste Natal, ao século VIII antes de Cristo. Nesta viagem no tempo encontraremos o profeta Isaías, que, numa linguagem poética e (passe o pleonasmo) profética, como que anuncia uma paz universal. Já não será o rico contra o pobre, o poderoso contra o fraco, o violento contra o pacífico. Diz-nos Isaías que “o lobo viverá com o cordeiro e a pantera dormirá com o cabrito” e ainda que “o bezerro e o leãozinho andarão juntos e um menino os poderá conduzir”.

Trata-se, repito, de uma linguagem poética, se atentarmos na Natureza tal como ela se nos apresenta. Mas não deixa de ser uma linguagem que aponta para uma atitude de aproximação e de paz entre todos os seres vivos. Já não faz sentido haver tiranos e opressores de um lado, vítimas e oprimidos do outro. “A vitela e a ursa pastarão juntamente, suas crias dormirão lado a lado; e o leão comerá feno como o boi”. Quando o profeta acrescenta que “a criança de leite brincará junto ao ninho da cobra e o menino meterá a mão na toca da víbora” leva-nos a sonhar com um mundo irreal.
Teria sido nestas passagens de Isaías que Walt Disney se inspirou para os seus magníficos filmes? Até parece. Vendo esses filmes, sentimo-nos transportados à época de Isaías e aos seus textos. Por outro lado, a linguagem (poética? profética? subversiva?) que nos é dado apreciar convida-nos a avançar oito séculos na História. Para nos determos na Judeia sob o jugo de Roma, e num Rabi que ali foi julgado e crucificado.

Outras notícias em Opinião

  • O Inferno, o Céu e a oração do rico

    O mês de novembro é dedicado aos mistérios do encontro ou desencontro com Deus. Pode ser um encontro feliz, inesgotável e exultante, ou pode ser…

  • Princípio da participação

    Cada um de nós faz parte de uma família; e, em maior ou menor grau, faz parte de uma ou mais associações, outras instituições, empresas,…

  • O valor do Património Cultural

    “Se destruís o passado, destruís a alma. Ficais sem raízes para corrigir o futuro. Os homens foram notáveis pelo que fizeram de notável”. Palavras colocadas…

  • Princípio da subsidiariedade

    O princípio da subsidiariedade baseia-se na dignidade e autonomia de cada pessoa e família, defendendo que as diferentes organizações privadas, com ou sem fins lucrativos,…

  • Destino Universal dos Bens 2166

    Este é o terceiro princípio fundamental da doutrina social da Igreja (DSI), depois da igual dignidade humana e do bem comum abordados em artigos anteriores…

  • A festa da alegria

    Nestas últimas semanas, a Igreja lançou, em todo o mundo, um projecto renovado de evangelização. Este mês de outubro foi declarado um Mês Missionário Extraordinário,…

  • Rasoamanarivo

    A 7 de setembro, durante a viagem a Moçambique, Madagáscar e República da Maurícia, o Papa fez questão de visitar o túmulo de Victoire Rasoamanarivo,…

  • Francisco e Bento XVI publicam um livro em parceria

    Os autores são Papa Francisco e Bento XVI, o título é “Não façam mal a nenhum destes pequeninos. A voz de Pedro contra a pedofilia”.…

  • Princípio do «Bem comum»

    A seguir à dignidade humana, o segundo princípio fundamental da doutrina social da Igreja (DSI) respeita ao bem comum, isto é: o conjunto de bens…

  • Perfume de poesia na Igreja Católica

    No próximo dia 5 de outubro, a Igreja passará a contar com mais 13 novos cardeais. Um deles é o português José Tolentino Mendonça, um…