Cultura

Valado. Mostra convida a “Descobrir Luiza Andaluz”

IMG_3095

Até 5 de março, a Junta de Freguesia de Valado dos Frades convida a “Descobrir Luiza Andaluz”, através de uma exposição itinerante dedicada à fundadora da Congregação das Irmãs Servas de Nossa Senhora de Fátima, que estiveram na vila durante 70 anos, tendo saído em outubro de 2017. Madre Luiza Andaluz ajudou a nascer o Centro Social de Valado dos Frades, uma instituição onde as irmãs cuidavam de crianças desprotegidas.
A valadense Ana Condinho foi uma das meninas ali educada: “conheci a fundadora aos 6 anos de idade; ela era uma pessoa muito alta, austera, mas muito boa”.
Justamente “Ana Condinho é um dos testemunhos que enriquecem a exposição, para além de um resumo sobre a vida e obra de Luiza”, salientou a Irmã Mafalda Leitão. A conselheira-geral das Servas de Nossa Senhora de Fátima, durante a inauguração da mostra, a 7 de fevereiro, recordou a fundadora da congregação, a quem, em dezembro de 2017, o Papa reconheceu virtudes heróicas, um primeiro passo para ser declarada santa. A Irmã Mafalda Leitão descreve-a como “alguém que tinha um olhar atento e bondoso, que deu sempre tudo, com muita fé e que soube colocar os seus dons ao serviço de Deus”.

 

(Saiba mais na edição impressa e digital d’O ALCOA de 20 de fevereiro de 2020)

Outras notícias em Cultura