Valter Ribeiro. “Em 16 anos, existiu um salto qualitativo muito grande na freguesia”

Foto por Catarina Reis

PERFIL

Nome: Valter António Gaspar Bernardino Ribeiro
Data de nascimento: 19 de junho de 1974
Naturalidade: Pataias
Atividade profissional: Gestor e deputado. Não é presidente de junta a tempo inteiro.

ORA DIGA LÁ…

Uma terra: Pataias
Um livro: Livros técnicos ligados à gestão
Um lema de vida: Querer é poder

No ciclo de entrevistas d’O ALCOA a todos os presidentes de juntas de freguesia, Valter Ribeiro, candidato pelo Partido Social Democrata a um próximo mandato, fala do trabalho desenvolvido à frente da União de Freguesias de Pataias e Martingança.

Porque se candidatou?
Este é o primeiro mandato na Junta da União de Freguesias de Pataias e Martingança, mas já tinha três na Junta de Freguesia de Pataias. Nessa altura, quando iniciei, tinha 27 anos e acabara o curso de Gestão de Empresas. Aceitei pelo desafio. Juntámo-nos, num grupo: jovens dinâmicos que queríamos fazer algo de diferente pela nossa terra. E foi realmente isso que nos levou à candidatura. Há quatro anos atrás, foi o seguimento de um trabalho iniciado porque, embora já estejamos há muito tempo e consideremos que muita obra foi feita, existem dois ou três projetos por fazer que consideramos importantíssimos.

Quais os principais problemas que encontrou na freguesia quando chegou à Junta? E o que fez para os resolver?
Existiam muitos. Não só em Pataias, mas também aqui nos lugares. A nível de saneamento básico – que só havia em Pataias e a cobertura não era total, conseguiu-se aumentar a rede existente e fazer, de novo, em vários lugares da freguesia. A requalificação das Paredes da Vitória foi outro item a resolver. Depois, foi a construção das piscinas, em parceria com a cimenteira. A freguesia praticamente não tinha meios humanos, nem maquinaria. Procurámos descentralizar os equipamentos e também algumas pessoas, sobretudo para aquelas obras que, embora pequenas, têm muito significado (a nível de limpeza, pequenos calcetamentos, etc.). Claro que, em relação a grandes projetos, não falo simplesmente em nome da junta de freguesia, pois não conseguem ser feitos sem ajuda do município. Era importante, ainda neste mandato, no rossio da Martingança, fazer um parque infantil e colocar equipamentos de fitness. Estas obras são até dependentes diretamente da junta. E estamos a tentar, junto da Câmara, requalificar a EN-356, que acaba por ser uma ciclovia que vem de Martingança-Gare até perto dos semáforos; esperamos conseguir concretizar este projeto ainda neste mandato.

Quais os projetos mais relevantes para concretizar a curto prazo?
O centro escolar, a requalificação da Avenida Santa Isabel e um skate parque junto às piscinas de Pataias.

 

(Saiba mais na edição em papel e digital de 14 de junho de 2017)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found