Valado. SPAL assume aumentos acima do salário mínimo e prevê contratar mais 30 funcionários

A Sociedade de Porcelanas de Alcobaça (SPAL) anunciou que assumirá “uma valorização superior ao ordenado mínimo nacional definido pelo Governo, estabelecendo em 715 euros, o vencimento mínimo”, bem como a vontade de “avançar com a contratação de cerca de 30 novos trabalhadores fabris”.

Num comunicado divulgado a 26 de janeiro à Agência Lusa, a empresa, sediada no concelho da Nazaré, considera ter “finalmente condições para reconhecer o esforço da sua equipa”, através da implementação de medidas que incluem ainda a revisão do valor diário do subsídio de alimentação, “que passa a representar 88 euros mensais, por 22 dias de trabalho”. A aposta nos seus recursos humanos é de resto destacada pela empresa, onde inclui a formação dos trabalhadores, bem como a manutenção, neste ano, do prémio de produtividade estabelecido no ano passado e que inclui uma componente de assiduidade.

Saiba mais na edição impressa e digital de 3 de fevereiro de 2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found