Economia

Portas de Fora aposta em petiscos e sabores caseiros de qualidade

portas de fora (6)_site

BI empresarial

Nome: Portas de Fora Restaurante & Petiscos
Tipo de comida: Regional e petiscos
Localização: Rua Frei António Brandão, 105/107, Alcobaça,
Telefone: 262598072
Facebook: https://www.facebook.com/restaurante.portasdefora
Horário de Funcionamento: Terça-feira a sábado das 12h-15h00 e das 17h30-24h00; aos domingos das 12h-15h00.
Encerramento: segunda-feira;

No “Portas de Fora Restaurante & Petiscos”, em Alcobaça, a comida é caseira e saborosa, servida num espaço pequeno mas acolhedor, pelas mãos de quem gosta de receber com simpatia e qualidade. Luís Espadana, que trabalhou na banca mas que sempre ambicionou ter um espaço com estas características e a esposa, Madalena Espadana, são os anfitriões desta casa que convida a sentar à mesa, quer seja pelos petiscos ou pelas refeições mais elaboradas.
Confecionadas por uma cozinheira conhecida da casa, há na ementa uma série de opções que vão desde os pratos à la carte – “como o caril de gambas e cogumelos, o polvo ou bacalhau à lagareiro, o bife ao mar, os lombinhos de porco com molho de alho, entre outros pratos que saem muito bem” – às “sobremesas também caseiras, algumas conventuais”, como explica Madalena Espadana. Um menu onde prevalece a «comida de tacho», caseira, mesmos nos menus diários, que têm habitualmente ao almoço e em que, por oito euros, se come entradas, sopa, prato principal, carne ou peixe e ainda bebida ou café.
A par desta oferta, outros dos acepipes que dominam a carta são os petiscos… e que petiscos! Morcela, farinheira, linguiça, chouriços, tábua de enchidos na chapa, cogumelos salteados panados com maionese de alho, saladinha de ovas, amêijoas à Bulhão Pato, tachinho de enchidos, entre outros regalos para o paladar em que a maior dificuldade é mesmo escolher. Sabores enaltecidos pela qualidade dos melhores produtos da região, a que fazem questão de dar preferência, e por tudo o que é servido.
“Já fizemos também um rodízio de petiscos, um sucesso que em breve vamos repetir; não é para ser diário, é para ser espaçado no tempo mas está a aproximar-se a altura de voltar a pôr na mesa”, refere o proprietário, que convida os amantes da boa comida a virem experimentar e deliciarem-se. Isto porque, como sublinha, “a mesa é um lugar de convívio: há quem se junte à sua volta por desporto, cultura ou por outros motivos; nós convidamos a juntarem-se à nossa mesa pelo petisco e pelos sabores”.
Sabores dentro ou fora de portas, no interior ou na esplanada, mas com a certeza de quem por lá passa, não passa sem lá voltar.

 

Outras notícias em Economia